DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Inscrições para a rede pública de ensino terminam nesta quinta-feira



Data é válida para alunos novos; pais devem realizar o procedimento por telefone ou pela internet


 As inscrições para alunos novos que desejam ingressar na educação infantil, ensino fundamental e médio da rede pública de ensino terminam nesta quinta-feira (23). Neste ano o procedimento poderá ser feito por telefone ou pela internet, e as alocações nas escolas serão realizadas de acordo com o CEP da residência ou do trabalho do responsável.


Para inscrever os estudantes, os pais ou responsáveis deverão entrar em contato pela Central Única de Atendimento Telefônico (156), opção 2, tendo em mãos o nome completo da criança, data de nascimento, nome do responsável e, principalmente, o CEP da residência ou do trabalho. Outra alternativa é acessar o site www.se.df.gov.br.


Os novos estudantes com deficiência deverão se inscrever até esta terça-feira (21). Os responsáveis devem procurar a Gerência Regional de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional nas Regionais para fazerem o agendamento da triagem de seu filho.


Já o prazo para os estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) vai de 24 a 31 de outubro. Eles devem ligar para o 156, opção 2, com a possibilidade de escolha da escola que desejam estudar. A divulgação dos resultados para todos os procedimentos estará disponível no site da secretaria e nas Coordenações Regionais de Ensino no dia 17 de dezembro. 

Mais de 127 mil famílias já foram habilitadas pelo Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem


 Lista com 750 nomes foi divulgada nesta terça-feira (21) no DODF


Mais 750 famílias do Distrito Federal, da Relação de Inscrição Individual do programa Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem, foram habilitadas nesta terça-feira (21). A lista das pessoas que estão de acordo com a política habitacional foi divulgada noDiário Oficial do DF. Agora, já são 127.522 famílias habilitadas.


“Nem todas as pessoas inscritas no programa, quase 376 mil famílias, estão de acordo com a política habitacional do DF e aptas a receber a moradia de interesse social”, destacou a secretária de Habitação, Jane Diehl. Para a pessoa ser habilitada é preciso morar no DF há pelo menos cinco anos, nunca ter tido imóvel no DF, ter renda mensal de até R$ 8.688 e ser maior de 18 anos.


O próximo passo é encaminhar as famílias habilitadas que comprovaram os dados fornecidos no momento da inscrição ao banco – Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil – para assinatura do contrato de financiamento da moradia. Vale lembrar que a verificação de restrições financeiras referentes ao CPF é realizada pelo banco. 

Caminhoneiros retomam atividades nesta quarta-feira (22)


Representantes das empresas e Novacap entraram em acordo por reconhecerem esforços em negociações sobre pagamento



 Os caminhoneiros que prestam serviços à Novacap, paralisados desde segunda-feira (20), retomam suas atividades nesta quarta-feira (22). Após reunião entre os representantes das empresas – Coopercam e FCB – e da Novacap, os caminhoneiros concordaram retomar suas atividades contratuais em reconhecimento aos esforços, em andamento, para a solução dos problemas relativos a atrasos nos pagamentos.


Eles retomarão os trabalhos no apoio aos serviços de desobstrução de bocas de lobo, podas de árvores e recolhimentos de folhas secas, resíduos sólidos e outros objetos da rede de drenagem pluvial, além da locação de veículos, máquinas e equipamentos, corte de grama, bodas de árvores, manutenção e irrigação de canteiros. Durante a paralisação, esses serviços foram mantidos por equipes próprias da Novacap, sem prejuízos à população.

CEB Torpedo agiliza comunicação de falta de energia





Devido às previsões de fortes chuvas que devem cair sobre o Distrito Federal nesta semana, a CEB Distribuição orienta a população a utilizar o serviço de SMS (CEB Torpedo), caso haja necessidade de solicitar serviço de emergência. 

Em dias com muita demanda, o Call Center (116) fica congestionado e o CEB Torpedo facilita a vida do usuário. A Nota de Reclamação por Serviço é aberta imediatamente e o cliente recebe o protocolo também por SMS.

A CEB Distribuição destaca que atende a uma ordem de prioridades para o atendimento de emergência: locais onde haja hospitais e serviços emergenciais, locais onde morem pessoas doentes que necessitem de equipamentos energizados, locais em que haja cabos partidos, colocando pessoas em risco, e localidades em que tenha maior número pessoas afetadas pela falta de luz.

Clientes que utilizem aparelhos vitais em casa, devem se cadastrar em uma Agência de Atendimento da CEB. É preciso levar laudo médico.

Como usar o CEB Torpedo:
Envie uma mensagem SMS para o número 27323 com o seguinte conteúdo:
SL+código do Cliente.
A sigla SL significa “SEM LUZ”. O código do cliente está na parte superior direita da conta de luz.

Dica: deixe a mensagem salva no seu celular no formato correto e com o seu código de cliente. Assim quando você precisar não será necessário procurar um conta de luz para saber o código.

Policiais civis do DF mantém paralisação de 48 horas



Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (21), o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) decidiu manter a greve até quinta-feira (23), quando completa o prazo de 48 horas estabelecido anteriormente.
A categoria reivindica o reconhecimento em lei do nível superior para todos os cargos da PCDF. Há 18 anos, os policiais buscam a conquista. “Mesmo com a exigência do diploma de nível superior para entrar na Polícia Civil, alguns cargos das carreiras não são reconhecidos como tal, pois falta a regulamentação”, explica o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco. 
A próxima assembleia está marcada para amanhã (23) a partir das 14h30, em frente ao Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), na Esplanada dos Ministérios.
Ação do MP
O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) entrou na justiça com pedido de ilegalidade da greve dos Policiais civis do DF. De acordo com Rodrigo Franco, presidente do Sinpol-DF, o sindicato não foi notificado sobre a ação do Ministério. “Não sabemos qual o conteúdo da ação. Quando a notificação chegar, encaminharemos para o departamento jurídico analisar se vai recorrer da decisão”, afirma.


Sobre o Sinpol-DF – Fundado em 1988, o Sindicado da Polícia Civil do Distrito Federal representa agentes de polícia, médicos legistas, peritos criminais, escrivães, agentes penitenciários, papiloscopistas e delegados na defesa dos interesses de classe e no relacionamento com governos Distrital e Federal, e com a Câmara Legislativa do Distrito Federal e o Congresso Nacional. A nova diretoria assumiu em maio deste ano e entre os principais pleitos estão: a valorização profissional, a reestruturação da carreira e o reconhecimento definitivo de todos os cargos que compõem a carreira de Polícia Civil como de nível superior.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SINPOL-DF
Proativa Comunicação

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Brasil teve 70% mais queimadas em 2014 que no ano anterior, indica Inpe

No acumulado do ano, Mato Grosso é o estado com mais focos de incêndio.
Foram registrados 140.907 pontos de queimadas até quinta (16).


 

Júlio Adans Marchiori Filho, de 64 anos, e seu filho, Ricardo, de 44 anos, tentam conter o fogo que chegou ao seu terreno na cidade de Secretário, na região serrana do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)Júlio Adans Marchiori Filho, de 64 anos, e seu filho, Ricardo, de 44 anos, tentam conter o fogo que chegou ao seu terreno na cidade de Secretário, na região serrana do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)
A quantidade de queimadas no Brasil entre 1º de janeiro e 16 de outubro deste ano aumentou 70% em relação ao mesmo período de 2013, de acordo com o site do sistema de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe. Na comparação entre 1º a 16 de outubro de 2014 e 2013, a elevação de focos de incêndio no país aumentou 105%.
No acumulado do ano, foram 140.907 pontos de queimada até esta quinta-feira (16), contra 82.426 do ano passado. Mato Grosso foi a unidade federativa com mais focos, com 25.374 registrados, número 62% superior ao montante detectado no ano passado. O Pará vem em seguida, com 19.863 (+127%), seguido do Maranhão, que teve até agora 16.962 pontos de calor captados pelos satélites do Inpe.

Na somatória dos últimos 16 dias ocorreram 25.466 incêndios. Mato Grosso também aparece como o maior responsável pelas queimadas do país, com 4.115 focos (+211%) em relação ao mesmo período de 2013. Maranhão é o segundo da lista, com 3.608 pontos (116%). Minas Gerais vem logo depois, com 3.553 queimadas, alta de 435% em relação ao ano passado.
De acordo com o sistema do Inpe, de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2013 foram registrados 115.220 focos de incêndio no Brasil. Um ano antes, 2012, no mesmo período foram detectadas 193.838 queimadas no país.
Bombeiros vão retomar tentativa de controle do incêndio na Serra da Cantareira - GNews (Foto: Reprodução/GloboNews)Bombeiros durante tentativa de apagar incêndio na
Serra da Cantareira (Foto: Reprodução/GloboNews)
Situação crítica no Rio
No Rio de Janeiro, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Região Serrana do estado, o fogo já destruiu 6 km² de vegetação dentro e fora do parque. As cidades que ficam dentro dos limites da área de preservação - Guapimirim, Magé, Petrópolis e Teresópolis – já receberam reforço nas equipes de Corpo de Bombeiros. São 200 bombeiros por dia, 20 carros e quatro aeronaves de plantão. Um gabinete para gerenciamento de crises foi criado pela corporação.
Em São Paulo, um incêndio atingiu a Serra da Cantareira e devastou uma área de 0,3 km², segundo levantamento do Corpo de Bombeiros. A suspeita é de que as chamas tenham começado após um balão cair na região. O fogo só foi controlado na terça-feira (14).
Em Minas Gerais, o fogo destruiu cerca de 25 km² da serra de Carrancas durante cinco dias e foi controlado apenas nesta sexta-feira (17). Duas pessoas morreram enquanto tentavam combater o incêndio e caíram em um buraco de cinco metros de profundidade.
Fogo é provocado pelo homem
Os satélites do Inpe conseguem diagnosticar todos os focos de incêndio que tenham pelo menos 30 metros de extensão por 1 metro de largura.

Quase todas as queimadas hoje são causadas pelo homem, seja de forma proposital ou acidental. As razões variam desde limpeza de pastos, preparo de plantios, desmatamentos e colheita manual de cana-de-açúcar até balões de São João, disputas por terras e protestos sociais.

Segundo o Inpe, as queimadas destroem a fauna e a flora nativas, causam empobrecimento do solo e reduzem a penetração de água no subsolo, além de gerar poluição atmosférica com prejuízos à saúde de milhões de pessoas e à aviação.
Denúncias de incêndios criminosos podem ser feitas ao Corpo de Bombeiros, às prefeituras, às secretarias estaduais do Meio Ambiente e ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

"A dramaturgia precisa do mocinho", diz Cauã Reymond

O ator Cauã Reymond volta a Milão, onde começou a carreira de modelo, para apresentar o guarda-roupa clássico do homem urbano



São 12h44 de um escaldante dia de verão em Milão. A cidade que Cauã Reymond conheceu adolescente agora o recebe como um homem-feito, ator bem-sucedido, dono de si e no auge da carreira. Ou seja, completamente diferente do menino de 18 anos que chegava ali para trabalhar como modelo, em 1998. “Eu era um duro, não tinha dinheiro para nada”, relembra o ator carioca. Na falta das ondas do Rio de Janeiro (as quais até hoje ele costuma surfar), sua diversão era ir ao Parque Sempione, no centro da cidade, com outros modelos brasileiros e curtir o dolce far niente. “Por mais que eu fosse jovem, aquela experiência me fez amadurecer e ter os meus sonhos”, afirma.
Cauã Raymond (Foto: Cliff Watts)

O contraste entre a cena de principiante e o seu momento atual não poderia ser maior. Cauã faz parte do grupo de atores mais disputados da TV Globo hoje, e teve, até aqui, um ano intenso de trabalhos. Foi protagonista em duas minisséries, O Caçador eAmores Roubados, participou de dois filmes – Alemão e Tim Maia (previsto para estrear nos cinemas no fim deste mês), além de ter conseguido um inesperado sucesso no exterior com o personagem Jorginho, de Avenida Brasil, graças à exportação da novela para emissoras de 125 países. De quebra, ainda enfileirou cenas de beijo técnico com Patricia Pillar, Cleo Pires e Isis Valverde, o que está longe de ser desprezível. Fato que, inevitavelmente, nos remete à sua vida pessoal. Há exatamente um ano, Cauã enfrentava o fim de seu casamento com Grazi Massafera, seguido de uma avalanche de especulações sobre uma possível relação com, justamente, Isis Valverde. Sua decisão foi manter-se firme e jamais discutir o assunto em público. Em nenhum momento de nossa conversa ele menciona o nome da ex-mulher. No entanto, no mês passado, havia boatos de uma reconciliação. Não por acaso, seu assessor é o mesmo de Chico Buarque e Marisa Monte – dois artistas conhecidos por uma conduta monástica quando o assunto é vida privada.
Cauã Raymond (Foto: Cliff Watts)

E o ano de 2015 não dá sinais de trégua ao ator. Sua agenda já está inteiramente comprometida com mais trabalhos, como os dois filmes dos quais também será coprodutor, Língua Seca e Azuis. Some a eles a adaptação para a TV do livro Dois Irmãos, de Milton Hatoum, na qual viverá um dos irmãos do título, e ainda um personagem na próxima novela de João Emanuel Carneiro.

Ninguém nem lembra muito bem como ou quando aconteceu, mas, de repente, Cauã dá a impressão de sempre ter estado ali, presente, em nossa sala de estar. Ou em Milão. O que o traz à cidade novamente, durante suas férias, é um convite de Giorgio Armani para assistir ao desfile da Emporio Armani, a linha mais jovem e fashion do estilista. Desde o ano passado, o ator passou a ser um “friend of the house”, sem contrato, mas com estreito relacionamento de amizade com a marca. O encontro com o sr. Armani fez com que ele conhecesse os escritórios da empresa, um deles um belo prédio minimalista projetado pelo arquiteto japonês Tadao Ando.

“É muito comum você ver marcas nas quais o diretor criativo vai mudando. Armani ainda está à frente de suas linhas depois de tantos anos”, diz o ator. Durante o breve encontro entre os dois, o cortejo parece ser recíproco. Armani dá um leve tapinha no rosto do ator e diz: “Che bello!”.
Cauã Raymond (Foto: Cliff Watts)

Antes de chegar a Milão, o ator estava surfando nas Ilhas Maldivas, onde passou as férias com o pai. Entre uma pausa e outra na sessão de fotos ele contava das ondas que pegou e das noites em que ficava acordado até tarde com o sr. José Marques para acompanhar os primeiros jogos da Copa do Mundo. São momentos simples, como esses, que ele diz valorizar a cada vez mais desde que a filha, Sofia, nasceu, há dois anos. Com a palavra, Cauã Reymond.
Você está sempre de camiseta e jeans. É sempre assim que você se veste?
 Sou bem básico. Tenho uma pilha de camisetas brancas, pretas e cinza. Sempre fui muito medroso. Vestia calça rasgada na época em que todo mundo usava calça rasgada. A minha era provavelmente a menos rasgada! Mas eu adoro quando tenho de vestir um terno. Acho gostoso, não sofro.
 
O homem está mudando o modo de se vestir?
O mundo mudou. A maneira como você se veste não quer, necessariamente, dizer que pertença a uma tribo. Os gays tendem a lançar moda e, anos depois, os outros homens se vestem igual. Na maioria das vezes, são os mais elegantes.

Você vê diferença entre São Paulo e Rio em relação à aparência?
Em São Paulo as pessoas arriscam mais, existe uma vanguarda. No Rio elas se vestem bem melhor do que há dez anos. Ainda é muito chinelo, bermuda e camiseta, a cultura da praia. O carioca é mais careta quando sai à noite.

O que é um gentleman para você? 
Ter educação. Meu avô era um gentleman. Ele se chamava Carlos Marques de Souza e era chamado de “prefeito do Leblon” no quarteirão onde morava. Era bem dândi, elegante, tinha um bigodão, vestia ternos de linho branco e abria a porta do carro para as mulheres.
Cauã Raymond (Foto: Cliff Watts)

Incomoda interpretar galãs hoje em dia?
Só fazer o galã e ficar restrito a isso pode incomodar. Mas não me sinto assim. Faço escolhas por filmes de baixo orçamento que talvez não alcancem tanto o grande público. É algo bobo ficar lutando contra o estigma de galã. A dramaturgia precisa do mocinho. Fazer só isso me incomodaria, mas nem sempre depende só de mim. Você é a peça de um quebra-cabeça. É um jogo de muitas pessoas.

Está preparado para contracenar com grandes atrizes internacionais? 
Acho que é mais fácil trabalhar com alguém que é muito bom. Para mim, é mais fácil ver nos olhos que a pessoa está ali no momento, pensando como personagem. A atuação tem hora de câmera. É como hora de voo: você vai ficando cada mais vez relaxado em frente à câmera.

Como você enxerga seu futuro?
Me vejo produzindo filmes nos quais eu não esteja, obrigatoriamente, atuando; sinto desejo de dirigir também. Mas estou muito confortável no meu momento atual.
 
O que vai mudar no país com as eleições?
Não sou a favor de nenhum partido, mas acho perigoso quando alguém está há muito tempo no poder. Não sou a favor de que o PT continue, por mais que, por muitos anos, eu tenha sido a favor. Acho que fizeram coisas bem bacanas para muita gente. Só acho que realmente estamos num momento de mudanças.

Que mudanças precisam ser feitas?
Sou contra votações veladas (no Congresso).  A gente não sabe quem está votando no quê. Não votamos neles para nos representarem? Precisamos saber que decisões estão tomando.

Mãe forjou sequestro do filho para dar criança a casal, diz polícia

Moradora de Sorocaba negociou doação da criança pela internet.
Menino foi encontrado em Bragança Paulista (SP)

.

Delegados esclareceram caso de bebê supostamente sequestrado em Sorocaba (Foto: Natália de Oliveira/ G1)Delegados esclareceram caso de bebê supostamente sequestrado (Foto: Natália de Oliveira/ G1)

A mãe do menino de um ano e oito meses que estava desaparecido desde quarta-feira (15) e foi encontrado na noite de quinta (16), forjou o sequestro para ter uma história para contar à família. As informações são da Delegacia de Investigações Gerais de Sorocaba (SP), que esclareceu o caso na manhã desta sexta-feira (17). Segundo a polícia, Kayth Monique Pereira de Souza, de 19 anos, entregou o filho por livre e espontânea vontade a um casal de Bragança Paulista (SP), cidade a 145 quilômetros de distância, alegando não ter condições de sustentá-lo.

Na noite de quarta-feira, a mulher acionou a polícia para relatar que seu filho tinha sidosequestrado por um casal na porta de um supermercado na Zona Norte da cidade. No boletim de ocorrência registrado naquela noite, a mulher relatou que foi dopada pelo casal e deixada em uma praça no Centro da cidade. Ela também afirmou que, minutos depois, quando ainda estava sob efeito do medicamento dado pelos "sequestradores", foi estuprada por um homem ao ser confundida com uma prostituta. 

De acordo com o delegado responsável pelo caso, José Urban Filho, a história foi inventada para acobertar a doação do menino, negociada por três meses pela internet. "O casal está na fila de adoção em Bragança Paulista. A mulher postou em uma rede social o seu desejo de ser mãe e contou sua luta para engravidar ou adotar. A jovem de Sorocaba viu a história e prometeu entregar o filho", explica.

Bebê chegou na delegacia na noite de quinta-feira (9) (Foto: Natália de Oliveira/ G1)Bebê chegou na delegacia na noite de quinta-feira
(Foto: Natália de Oliveira/ G1)

Segundo Urban, Kayth chegou até a assinar um termo de concordância com firma reconhecida por um cartório da cidade. O bebê foi entregue ao casal com documentos e roupas.
Depois de dar a criança, no entanto, a mãe se desesperou e resolveu comunicar um falso sequestro, e o estupro, para poder justificar à família o sumiço do filho. A mulher já passou por exame de corpo de delito para confirmar se ela foi ou não estuprada, como disse à polícia.
O menino está com o Conselho Tutelar até que a Vara de Infância e Juventude decida com quem deve ficar a guarda.
De acordo com o delegado seccional de Sorocaba Marcelo Carriel, o casal de Bragança Paulista não tem antecedentes criminais e "agiu de boa fé, pela vontade de ter um filho". "Eles [o casal] foram pegos de surpresa quando a policia chegou na casa deles, porque acreditavam que o documento que a mãe assinou, com firma reconhecida, seria suficiente para adotarem oficialmente o menino", afirma Carriel.
O casal foi ouvido durante a madrugada e liberado. "A princípio, o casal não vai responder criminalmente, mas se for comprovado o pagamento pelo menino, eles poderão ser indiciados", diz. A polícia instarou um inquérito para apurar se mais alguém da família teve participação na entrega do bebê.
A mãe da criança irá responder em liberdade por falsa comunicação de crime, por conta da história que inventou à polícia para justificar o sumiço do filho e, também, se comprovado pagamento pela criança, de acordo com o Estatudo da Criança e do Adolescente (ECA), por promessa de menor mediante a recompensa.
Entenda o caso
O desaparecimento de um bebê de um ano e oito meses mobilizou a população de Sorocabanas redes sociais. De acordo com informações do boletim de ocorrência, a criança teria sido sequestrada na noite de quarta-feira, quando estava com a mãe, em um supermercado localizado no Jardim Sônia Maria.
Segundo o boletim de ocorrência, um casal que estava em um carro, abordou a mulher, ofereceu carona e ela aceitou, já que a mulher se apresentou como amiga da família e também estava indo para o supermercado. Segundo relatos da mãe à polícia, ela teria sido ameaçada pelo homem e obrigada a tomar uma bebida que a deixou dopada. Em seguida, foi abandonada em outro bairro da cidade, sem a criança e a bolsa.
Ainda segundo o boletim de ocorrência, a mulher afirmou ainda que, após ser abandonada, ainda estava desorientada, quando foi abordada por outro motorista, colocada à força no carro e levada para um motel, onde teria sido estuprada.
O motorista deixou a vendedora perto de um hospital particular da cidade, onde ela foi medicada. Ela também teria passado por exame de corpo de delito no hospital para comprovar o abuso sexual, mas o resultado ainda não foi divulgado.
Os funcionários do hospital que acionaram a polícia. Após atendimento à mulher, policiais registraram boletim de ocorrência como sequestro e cárcere, estupro e roubo.
Após investigações, policiais da DIG encontraram o menino na noite de quinta-feira, em uma casa em Bragança Paulista (SP).

Homem desaparecido desde domingo é encontrado morto em Brazlândia

O automóvel, um Jac J5, do corretor de imóveis Jair José Santana havia sido localizado perto de Cocalzinho com marcas de sangue no porta-malas

O corpo de um homem foi encontrado por volta das 11h desta quinta-feira (16/10), às margens de uma rodoviária de Brazlândia, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil de Cocalzinho de Goiás, o automóvel, um Jac J5, do corretor de imóveis Jair José Santana, 55 anos, havia sido localizado no Km 379 da BR-414, com marcas de sangue no porta-malas, sem combustível, documentos e folhas de cheque, na última segunda-feira (13/10).

Ainda de acordo com investigadores do caso, o carro com placa de Brasília, foi levado para a sede da Polícia Rodoviária Federal, em Anápolis, e encaminhado para perícia. O caso que estava sendo investigado pela Polícia Civil de Cocalzinho, foi transferido para a delegacia de Brazlândia, já que o corpo do corretor foi encontrado no local e a vitima é residente no Gama, entorno do DF.

“Primeiro localizamos o veículo, abrimos inquérito para verificar um homícidio premeditado e entramos em contato com a polícia do DF que localizou o corpo da vitíma na manhã de ontem”, disse o agente da Polícia Civil de Cocalzinho, Sebastião Miranda da Silva. “A PCDF virá a Cocalzinho hoje buscar o inquérito. As nossas investigações param por aqui e esperamos ajudar a PCDF elucidar logo o caso”, concluiu


Delegado sobre serial killer: "Ele se altera na presença de mulheres"

Objetos encontrados com vigilante apontado como serial killer são os utilizados nos crimes. Advogado do rapaz, que tentou cortar os pulsos ontem, diz que ele foi coagido a confessar





As provas colhidas por policiais reforçam a suspeita de que o vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, 26 anos, preso na noite de terça-feira, é o responsável por 39 assassinatos que aterrorizaram Goiânia a partir do início do ano. Ao ser detido, ele vestia as mesmas roupas que usou nos crimes e estava com a mesma moto. Na casa dele, a polícia encontrou uma arma de fogo. O exame de balística das munições encontradas no corpo de seis das vítimas confirmou serem do revólver calibre .38 dele.

Capacete, roupas pretas, capa, mochila e tênis identificados em imagens de estabelecimentos onde ocorreram os crimes foram apreendidos na casa de Thiago. “Tudo fechou em cima dele”, disse Eduardo Prado, um dos delegados integrantes da força-tarefa montada para investigar a série de crimes contra mulheres goianas. De acordo com a polícia, entre os crimes cometidos pelo vigilante, estão a morte de oito moradores de rua, um homem, duas mulheres que não constavam da apuração das autoridades e 14 pessoas mortas aleatoriamente.

As placas usadas na moto também ajudaram a polícia a chegar ao suspeito. No ano passado, o Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra Thiago por furtar uma placa de uma motocicleta no estacionamento de um supermercado de Goiânia. Imagens de câmeras de segurança mostram a execução do crime. Também no ano passado, ele foi preso em flagrante em uma motocicleta com placa roubada, mas acabou solto. Segundo a Polícia Civil, o jovem foi identificado em imagens registradas por câmeras de segurança no último domingo, próximo à lanchonete em que uma mulher foi agredida por um motociclista.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do estado, Thiago cometeu uma tentativa de suicídio ontem. O jovem estava sob monitoramento constante, isolado em uma cela praticamente vazia. No entanto, num momento em que ficou sozinho, Thiago teria quebrado a lâmpada e tentado cortar os pulsos. O barulho chamou a atenção dos agentes, que retornaram para a cela e impediram que ele aprofundasse os ferimentos. Ele passa bem e ficará em uma delegacia até uma decisão judicial sobre o destino dele. Thiago é apontado como o serial killer que matava mulheres na capital goiana.

Leia mais notícias em Brasil

O Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer o atendimento necessário. Não foi preciso levá-lo ao hospital. Ainda de acordo com informações da assessoria da Polícia Civil, Thiago não passou ainda por exames psicológicos, mas a força-tarefa criada para investigar as mortes em série deve fazer o pedido em breve. A cela que ele ocupava na Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos estava sem móveis ou objetos. Um agente ficou responsável pelo monitoramento do detido durante todo o tempo. Porém, ele teria conseguido quebrar a lâmpada no momento em que pediu um café. Apesar da tentativa os ferimentos foram superficiais e a Polícia Civil apresentou o suspeito à imprensa. No entanto, Thiago permaneceu afastado dos jornalistas. Segundo a polícia, ele fica “alterado na presença de mulheres”.

“Transtornado”
Thiago não se pronunciou durante a apresentação. O delegado Eduardo Prado conta que o suspeito é frio e se transforma na presença de mulheres. “É impressionante como ele fica transtornado. Ele franze a testa, muda o olhar. Com os agentes homens, ele conversa tranquilamente. Com as mulheres, não”, relata o delegado.

Desde janeiro, 14 vítimas do sexto feminino, de 13 a 35 anos, foram assassinadas em Goiânia em circunstâncias parecidas: com tiros disparados por motociclistas usando capacetes escuros. O primeiro crime ocorreu em 18 de janeiro, quando Bárbara Luiza Ribeiro Costa, de 14 anos, foi executada no Setor Lorena Park. A morte mais recente foi a de Ana Lídia Gomes, baleada em 2 de agosto. As mortes sequenciais fizeram as forças de segurança unirem esforços para chegar ao assassino.

Polícia prende 10 suspeitos de envolvimento em 25 homicídios

Os investigadores resolveram 25 homícidios, sem solução desde 2009. Ao todo, eles decretaram 19 prisões, mas nove ainda estão foragidos

A Polícia Civil prendeu 10 suspeitos de praticar homicídios nas regiões do Núcleo Bandeirante, Park Way e Candangolândia. Agentes da 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante) deram início a Operação V Mandamento há seis meses com o intuito de tirar de circulação criminosos de alta periculosidade. Os investigadores resolveram 25 investigações de homicídios, que estavam sem solução desde 2009. Ao todo, eles decretaram 19 prisões, mas nove ainda estão foragidos. A ação evitou ainda a soltura de presos perigosos que já estavam próximos de serem liberados pelo sistema penitenciário do DF.

Os investigadores resolveram 25 investigações de homicídios, que estavam sem solução desde 2009 (Gustavo Moreno/CB/D.A. Press)
Os investigadores resolveram 25 investigações de homicídios, que estavam sem solução desde 2009


Das prisões decretadas, cinco correspondem a integrantes de uma quadrilha especializada em roubos e sequestro relâmpago em todo o Distrito Federal. Desses, dois ainda estão foragidos. O mesmo grupo ainda é acusado de matar um homem no Núcleo Bandeirante, em 8 de agosto. A motivação era a vingança após um dos criminosos ter sofrido uma tentativa de homicídio. Depois do crime, eles ainda fizeram uma festa para comemorar a ação.

Leia mais notícias em Cidades

Outro homem detido é suspeito de atear fogo em um barraco na Vila Cauhy, em 26 de agosto. No local, estavam três crianças e dois adultos. O bandido já havia morado na residência, que foi alugada pela família, e se recusava a ver novos moradores no local. No incêndio uma pessoa morreu.

As prisões foram efetuadas em Minas Gerais, São Paulo, Piauí, Goiás e Distrito Federal. De acordo com o delegado-chefe da 11º SP, Victor Dan, os presos “cometeram crimes diversos, que vão desde simples brigas em jogos de futebol, ciúmes, tráfico de drogas, vingança até a homicídios. Também evitamos que alguns presos retomassem às ruas, com base em mortes cometidas por eles”, explicou.

Detran inicia fiscalização de condutores que estão com documento vencido

Os motoristas flagrados com o licenciamento 2014 vencido estão sujeitos a multa de R$ 190,54 e sete pontos na carteira

Motoristas podem ser parados em blitz do Detran, Polícia Militar e DER ( Bruno Peres/CB/D.A Press)
Motoristas podem ser parados em blitz do Detran, Polícia Militar e DER


O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) começou a fiscalizar nesta quinta-feira (16/10) o licenciamento de 2014. A partir de hoje, os motoristas que forem parados em uma blitz do Detran, Polícia Militar e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) com o documento vencido serão penalizados com sete pontos na carteira e multa de R$ 190,54, além de ter o veículo apreendido.

Leia mais notícias em Cidades

Se o carro estiver licenciado e o condutor for pego sem o documento, a multa será de R$ 53,20 e três pontos na carteira. Para receber o documento, o condutor precisa pagar a taxa de licenciamento anual, o IPVA, DPVAT e quitar os débitos de multas vencidas.

Aécio e Marina participam de primeiro encontro, após anúncio de apoio

Eles aparecem juntos desde que a candidata derrotada do PSB à Presidência da República declarou apoio ao tucano. Marina apareceu sem coque e Aécio criticou tom de debate presidencial

 (PAULO WHITAKER)


Pela primeira vez desde que anunciou apoio ao presidenciável Aécio Neves (PSDB), a candidata à Presidência da República do PSB derrotada, Marina Silva participou de encontro com o tucano em São Paulo na manhã desta sexta-feira (17/10). Após conversar a portas fechadas, ambos deram pronunciamentos e exaltaram os compromissos colocados por Aécio em uma carta que apresentou em Pernambuco.

Ao lado de Marina, a qual se referiu como “minha amiga” e “grande brasileira”, o tucano citou os três eixos fundamentais do documento. “Primeiro, (coloquei o) respeito à democracia, às liberdades coletivas e individuais. Segundo, o avanço das políticas sociais, especificamente os programas de transferência de renda, que são direitos dos cidadãos e por isso serão mantidos.” Em terceiro lugar, ele citou o desenvolvimento sustentável, “fundamental para resgatar a capacidade de crescer e recuperar a economia, enfrentar a inflação”.

Aécio disse ainda que este é o momento mais importante de sua campanha e que ele chegou até pregando o que Eduardo Campos e Marina pregavam. “Unimos forças, juntos e misturados, em favor do Brasil.” Marina destacou que a decisão de apoiar Aécio foi tomada após discussões com os partidos da aliança dela e também ressaltou a carta do tucano.

“Doze anos depois da carta de Fernando Henrique Cardoso, você (Aécio) faz o mesmo gesto, assumindo o compromisso de recuperar a economia. A institucionalidade das políticas públicas são uma conquista da sociedade e não podem ser finalizadas, institucionalizar através de lei o Bolsa Família faz com que seja uma conquista do povo e não um favor ao povo”, disse. Marina também ressaltou a importância da sustentabilidade do projeto e os desafios da reforma agrária, demarcação de terras indígenas e o espaço à agricultura familiar.

Debate

Aécio disse que lamenta profundamente o tom do debate de ontem com a presidente Dilma Rousseff. “Propus um debate em torno de temas, como a segurança pública, educação, mas a estratégia do marqueteiro dela não foi essa (de debater temas). Pretendo continuar debatendo propostas, mas reagirei a todas as calúnias e ofensas em que se transformou essa eleição”, disse. Aécio afirmou ainda que do ponto de vista ético, essa é a pior eleição dos últimos anos. “Uma disputa política não é uma guerra. Não se pode querer destruir reputações.”

Cabelos soltos

Conhecida por usar coques, Marina apareceu pela primeira vez na campanha com os cabelos mais soltos, em rabo de cavalo. Ela justificou a mudança do penteado por motivos de doença. “Fiquei esses dias todos gripadas e como todos sabem, uma pessoa gripada não pode prender o cabelo molhado. Aécio aproveitou a deixa e disse: “está muito bonita.”

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

GDF participa do Congresso Mundial de Tecnologias de Informação no México


Experiência no evento será empregada na próxima edição em 2016, em Brasília

O Governo do Distrito Federal fez balanço positivo do Congresso Mundial de Tecnologias de Informação (WCIT 2014), realizado em Guadalajara (México), entre 29/9 e 1º/10. As práticas positivas na organização do evento serão trazidas para Brasília, na edição de 2016. 
O GDF foi representado pelo diretor vice-presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF), professor Ricardo Ferreira. Também estiverem presentes o vice-presidente da Softex, Ney Leal, e o presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-DF), Marco Túlio. 
“A vinda do WCIT 2016 vai gerar um impacto econômico bastante significativo para Brasília, pois alavancará não só os setores hoteleiro e gastronômico, como também influenciará positivamente toda a comunidade envolvida com tecnologia e informação”, comentou Ricardo Ferreira. 
Estima-se que o evento mobilize, inicialmente, mais de 3 mil pessoas de mais de 50 países. O WCIT reúne pesquisadores e empresas de ponta. Os participantes debatem questões estratégicas da alta tecnologia, a exemplos da discussão dos mercados emergentes, questões jurídicas e políticas, tendências políticas e econômicas, tecnologias emergentes, perspectivas de usuários e as oportunidades de negócios no mercado global.
O GDF montou um comitê organizador para preparar a recepção do WCIT 2016. Os trabalhos estão sob a coordenação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti/DF). 

Sorteio define 150 ambulantes para trabalhar em eventos



É preciso confirmar vaga até sexta-feira (10) na Coordenadoria das Cidades

A Área Central de Brasília receberá quatro eventos entre sábado (11) e segunda-feira (13): dois no Estádio Nacional Mané Garrincha e dois na Esplanada dos Ministérios. Nesta terça-feira (7), a Coordenadoria de Cidades, da Casa Civil, sorteou 150 ambulantes para atuar nas festividades.

No sábado, o Mané Garrincha recebe a festa sertaneja Bloco Pirraça, no anel interno da arena multiuso. Foi definida a instalação de 40 barracas durante esse evento. No mesmo dia, o show sustentável Green Move Festival, na praça do Museu da República, terá 30 ambulantes.

A partir das 8h do domingo (12), serão realizadas as comemorações da Padroeira do Brasil na Esplanada dos Ministérios. A solenidade de Nossa Senhora Aparecida contará com 50 barracas para atender o público.

Na segunda-feira (13), é a vez da Seleção Brasileira de Futebol Sub-23 enfrentar os Estados Unidos no Mané Garrincha. Para trabalhar no jogo, foram sorteados 30 ambulantes.

CONFIRMAÇÃO - Para garantir a vaga, os ambulantes sorteados devem comparecer até esta sexta-feira (10), às 12h, na sede da Coordenadoria das Cidades (509 Norte, Bloco A). É necessário apresentar cópia de RG, CPF e comprovante de residência. Além disso, é obrigatório levar o comprovante de pagamento da taxa para utilização de espaço público. O valor simbólico é R$ 3,52 para barracas.
Os interessados em participar dos eventos da próxima semana devem se inscrever no Shopping Popular na terça (14), a partir das 9h, também com os documentos pessoais.