DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Trânsito MaLuCo e Perigoso!

A equipe do Jornal Daqui tem flagrado algumas cenas de acidentes na Avenida Central, ali na altura da entrada dos bairros Residencial Vitória e Morro da Cruz. Esse trecho tem carência de sinalização, pois esse é o principal problema do trânsito caótico de nossa cidade.
A engenharia de trânsito do Detran tem que vir o mais breve possível em São Sebastião para fazer um estudo da atual situação e daí tomar as medidas necessárias para fazer o trânsito fluir com naturalidade e dessa forma evitar diversos acidentes, que diariamente acontecem.
Nossa cidade cresceu a passos largos e o número de veículos também, em contrapartida nossas ruas e avenidas ainda são as mesmas de outrora, o que dificulta sobremaneira a vida dos motoristas que transitam diariamente na cidade de São Sebastião, principalmente nos horários de pico.
Aquela curva em frente á Drogaria Central na Rua da Gameleira é um ponto perigoso! Na saída da Rua da Gameleira sentido Avenida Central é outro local muito critico! Entretanto o local que mais necessita de um sinal de trânsito é à entrada do Morro da Cruz, ali em horário de pico é um “Deus nos acuda”, tudo trava no local.
Reconhecemos que foram tomadas algumas providências num passado recente, como as instalações de barreiras eletrônicas, de pardais, mas precisamos de alguns sinais de trânsito e de mudanças estruturais nas vias. Pela complexidade que há num trabalho desse, sabemos da necessidade de vir aqui a equipe de engenharia de trânsito do Detran.
Outro ponto muito perigoso é o trevo na saída de São Sebastião sentido Unaí, ali muitos já perderam a vida, seja por imprudência, descuido ou pela falta de alguma ferramenta que fizesse os motoristas que trafegam na BR diminuir a velocidade ao passar pelo entroncamento que dá acesso a São Sebastião.
Não basta simplesmente pôr quebra molas em todas as ruas da cidade, o problema do trânsito vai muito além autoridades, podem ter certeza disso.
Para finalizar fica nosso alerta as autoridades responsáveis por essa demanda, pois essa reportagem como todas as outras do Jornal Daqui, são sugestões da comunidade que procuram o Jornal, para que o mesmo possa intermediar suas carências junto ao poder público.
Por um trânsito melhor, com menos acidentes e mais fluidez! Esse é o lema dos pedestres e motoristas da cidade de São Sebastião, ainda!






















POEMAS

 Versos

Que minhas palavras não esbarrem
Na incompreensão
Pois é tempo de supera velhos
Dogmas do coração

E que o brilho do meu olhar não
Se perca na busca do teu
Ainda que distante

Que meu encanto não revele
Meu planto, mesmo em face
Ao meu desencanto

E que meu riso não corrompa sua
Tristeza. Mais que o medo da dor
Não nos impeça de amar

Que meus versos não se tornem profanos,
Nem sejam ouvidos com louvor
Mais com simples palavras de
Um homem inundado de amor
                             Por: Bernardo maranhão



                     Vans caminhos

Tenho a alma debuxada sobre espinhos,

E os pés sangrando, por percorrem vans

Caminhos.

Carrego na boca, a sede de palavras que

Traduzam o que sinto,

E nos ouvidos, o silêncio de declarações

Verdadeiras, dos amores que me cortejaram,

Nos momentos em que a felicidade sorrira

Pra mim. Na grande peça do teatro da vida

Onde fui coadjuvante das paixões que amei

E protagonista das desilusões que vivi.  


                                    Por : Bernardo Maranhão




Para a equipe do jornal com o apreço do autor

Muito obrigado e um grande abraço

Bernardo Maranhão

DELEGADO FERNANDO FERNANDES E EQUIPE SE DESTACAM NA 30º DP EM SÃO SEBASTIÃO-DF

DELEGADO FERNANDO FERNANDES E EQUIPE SE DESTACAM NA 30º DP EM SÃO SEBASTIÃO-DF
A recém chegada equipe da 30º Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião, chefiada pelo delegado Fernando Batista Fernandes, tem feito um excelente trabalho na nossa cidade. Desde sua chegada em São Sebastião já foram efetuadas inúmeras prisões, apreensões de drogas em grande quantidade, caiu o número de homicídios, roubos e as gangues violentas estão com os dias contados para serem expurgadas do meio de nossa sociedade.
Muita gente já percebe um ar de paz e calmaria na nossa querida São Sebastião, devido o minucioso trabalho de investigação e repressão aos delinqüentes que infelizmente moram em nossa cidade e aqui praticam seus atos delituosos.
Em conversa informal com o Dr. Fernando Fernandes a equipe de jornalismo do Jornal Daqui, foi por ele informada que esse trabalho exitoso e de sucesso na busca por uma cidade mais tranqüila e menos violenta, só é possível graças ao apoio e a parceria que foi estabelecida com a comunidade local, que tem ajudado bastante a Polícia principalmente com denúncias anônimas. Ele ressaltou outro ingrediente fundamental para o sucesso de suas operações, e citou sua equipe de policiais competentes, destemidos e dispostos a desbaratar e desarticular todas as gangues e toda a rede de tráfico de entorpecentes de São Sebastião-DF. A equipe do Delegado Fernando Fernandes é composta pelos Delegados; Ailton Rodrigues, Jônatas Santos e Adriana Romano além de outros bravos policiais.
O Jornal Daqui foi às ruas saber o que o povo está achando do trabalho da Polícia Civil na 30º DP e as pessoas foram taxativas em exaltar o trabalho realizado. A empresária Maria Daurinete de 41 anos, que reside no bairro Centro, acha que “a cidade está mais calma devido o intenso trabalho da Polícia, sem contar que o Dr. Fernando é um delegado muito bonito” afirmou. Já para o aposentado Lauro de Anchieta de 68 anos morador do bairro Bosque, “a Polícia tem que dar continuidade a esse trabalho, sem dar tréguas pra bandidagem” concluiu.


O Jornal Daqui parabeniza e enaltece o trabalho da equipe do Dr. Fernando Fernandes pelo trabalho inovador, arrojado e que tem dado bons frutos, no quesito combate agressivo ao crime organizado e suas malignas vertentes. Desejamos boa sorte na suas ações e que esse trabalho se perpetue por muitos anos para que possamos viver tempos de paz em nossa cidade. Sabemos da parceria que há entre as Polícias Civil e Militar no combate aos marginais que aterrorizam as pessoas de bem. Vemos essa integração com bons olhos uma vez que a união entre as Polícias se faz necessária, pois Polícia unida é sinônimo de vitória contra o crime!

DELEGADO FERNANDO FERNANDES E EQUIPE SE DESTACAM NA 30º DP EM SÃO SEBASTIÃO-DF

DELEGADO FERNANDO FERNANDES E EQUIPE SE DESTACAM NA 30º DP EM SÃO SEBASTIÃO-DF
A recém chegada equipe da 30º Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião, chefiada pelo delegado Fernando Batista Fernandes, tem feito um excelente trabalho na nossa cidade. Desde sua chegada em São Sebastião já foram efetuadas inúmeras prisões, apreensões de drogas em grande quantidade, caiu o número de homicídios, roubos e as gangues violentas estão com os dias contados para serem expurgadas do meio de nossa sociedade.
Muita gente já percebe um ar de paz e calmaria na nossa querida São Sebastião, devido o minucioso trabalho de investigação e repressão aos delinqüentes que infelizmente moram em nossa cidade e aqui praticam seus atos delituosos.
Em conversa informal com o Dr. Fernando Fernandes a equipe de jornalismo do Jornal Daqui, foi por ele informada que esse trabalho exitoso e de sucesso na busca por uma cidade mais tranqüila e menos violenta, só é possível graças ao apoio e a parceria que foi estabelecida com a comunidade local, que tem ajudado bastante a Polícia principalmente com denúncias anônimas. Ele ressaltou outro ingrediente fundamental para o sucesso de suas operações, e citou sua equipe de policiais competentes, destemidos e dispostos a desbaratar e desarticular todas as gangues e toda a rede de tráfico de entorpecentes de São Sebastião-DF. A equipe do Delegado Fernando Fernandes é composta pelos Delegados; Ailton Rodrigues, Jônatas Santos e Adriana Romano além de outros bravos policiais.
O Jornal Daqui foi às ruas saber o que o povo está achando do trabalho da Polícia Civil na 30º DP e as pessoas foram taxativas em exaltar o trabalho realizado. A empresária Maria Daurinete de 41 anos, que reside no bairro Centro, acha que “a cidade está mais calma devido o intenso trabalho da Polícia, sem contar que o Dr. Fernando é um delegado muito bonito” afirmou. Já para o aposentado Lauro de Anchieta de 68 anos morador do bairro Bosque, “a Polícia tem que dar continuidade a esse trabalho, sem dar tréguas pra bandidagem” concluiu.
O Jornal Daqui parabeniza e enaltece o trabalho da equipe do Dr. Fernando Fernandes pelo trabalho inovador, arrojado e que tem dado bons frutos, no quesito combate agressivo ao crime organizado e suas malignas vertentes. Desejamos boa sorte na suas ações e que esse trabalho se perpetue por muitos anos para que possamos viver tempos de paz em nossa cidade. Sabemos da parceria que há entre as Polícias Civil e Militar no combate aos marginais que aterrorizam as pessoas de bem. Vemos essa integração com bons olhos uma vez que a união entre as Polícias se faz necessária, pois Polícia unida é sinônimo de vitória contra o crime!

DESABAFO DE UM POLICIAL MILITAR ANÔNIMO!

DESABAFO DE UM POLICIAL MILITAR ANÔNIMO!
Senhor deputado, sou Policia Militar do Distrito Federal à 20 anos e vim pedir de fato “Socorro” em prol da sociedade Brasileira, em prol da comunidade de DF.
Sei que sou uma voz solitária, mas o que passo a esclarecer a vossa Excelência, é com certeza o anseio de muitos brasileiros. Como senhor Deputado as policias do Brasil podem defender o nosso povo, com a atual legislação? Simplesmente vivemos na sociedade do “ Faz de conta!”. A grande maioria de crimes graves que assolam a nossa sociedade são praticadas por crianças ou adolescentes e isso acarreta em impunidade. Os puritanos de plantão, defendem o estatuto da criança e do adolescente à ferro e fogo., ocorre que como esta, simplesmente, submete a todos nos ao crivo da impunidade,e do descrédito de nossas instituições.
   Cito como exemplo a cidade satélite de São Sebastião onde trabalho. Quase todos os dias, um comerciante é assaltado na região e seus algozes são em quase sua totalidade adolescentes reincidentes, jovens que cometem reiteradas vezes assaltos a mão armadas, agressões, homicídio, estupro. O fenômeno é simples: a policia Militar aprende, a policia civil autua quando o fato é grave a vara da infância com base na lei, “aplica pena sócia educativa” (sem efeito) e em 2 ou 3 dias no máximo o adolescente esta solto novamente praticando  o crime de assalto a mão armada, traficando, etc ...
   É fato que a policia esta enxugando gelo, ou seja, a sociedade esta desprotegida, veja o senhor, que o adolescente não comete crime e por isto, é posto em liberdade, independentemente de seu grau de perigo ou numero de reincidência.
   Em meados de abril de 2011, alguns adolescentes infratores foram apreendidos em São Sebastião, após terem pego uma van escolar cheia de crianças no Lago Sul por assalto. Em junho um trabalhador foi pego por este mesmo grupo e assassinado na QI 19 do Lago Sul e jogado do seu automóvel em movimento por este mesmo grupo que havia cometido “ato infracional” em abril. O estatuto não conseguiu recuperar os infratores e uma família perdeu se mandatário. Será que isto é justo com a sociedade Brasileira? O trágico é que fatos como este, acontecem sempre.
  O Estatuto diz, muito bonitinho como as coisas deveriam ser, ou seja, o estado Brasileiro deveria recuperar o adolescente em conflito com a lei. Sabemos que isto não ocorre, então vivemos no País do “faz de Conta” e enquanto isto, somos reféns de nossa pretensa democracia
   Não vejo falta de cidadania, ou desrespeito aos direitos humanos se tratarmos o adolescente reincidentes a atos infracionais com mais energia. Um adolescente notadamente perigoso, se for olhado nua e cruamente a lei, não pode ser algemado, não pode ter um arranhão se quer. Então, o Policial tem que arriscar a própria vida por conta da legislação em vigor?!