DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Embaixador da Coreia abriu exposição na sede do PCdoB



Militantes e dirigentes do PCdoB, o presidente da UNE, Daniel Ilieuscu, dirigentes da UJS-DF, Cebrapaz-DF e outras organizações, participaram nesta terça (27) de uma exposição de fotos e palestra do embaixador da Republica Democratica e Popular da Coreia no Brasil, senhor Hi Wa Gun relembrando um ano da morte do dirigente daquele País Kim Jong Il.
O painel fotográfico mostra todo o potencial econômico, tecnológico, militar e o entrosamento do Partido do Trabalho da Coreia (Comunista) com povo coreano e as conquistas obtidas por aquela Nação pelo seu desenvolvimento e soberania.

Falando pelos comunistas brasilienses, o presidente do PCdoB-DF, Augusto Madeira, fez um breve relato das relações amistosas daquele País com os brasileiros e principalmente os comunistas e a luta do povo coreando pela sua liberdade e soberania, enfrentando o Imperialismo e suas agressões há mais de 50 anos.
O embaixador Hi Wa Gun na sua fala discorreu sobre a importância do líder morto há um ano, Kim Jong II no processo de desenvolvimento da Córeia e na unidade conquista entre o partido comunista , o povo e o Exército, o que lhes permite enfrentar todas as agressões que os imperialistas vem desenvolvendo contra seu pais, tanto no campo propagandístico comi até mesmo militar.

O evento terminou com uma visita ao painel de fotos que ficara em exposição na sede do PCdoB-DF por alguns dias e uma calorosa saudação entre os comunistas cireanos e brasileiros. 

As qualidades que as mulheres mais gostam em um homem

Em relação às qualidades do homem, as mulheres são críticas e preferem aqueles que mais se encaixam nos seus pré-requisitos e manias.


Atualmente, há uma grande incidência de relacionamentos que não dão certo pela incompatibilidade da personalidade do casal. O maior problema está nas qualidades  (ou na falta) delas da pessoa do sexo oposto. Quando falamos sobre asmulheres  geralmente todas as que procuram um relacionamento sério e duradouro possuem todas as qualidades que os homens procuram e gostam. Em contrapartida, as qualidades que as mulheres mais gostam e procuram em um homem muitas vezes não são encontradas com facilidade. Saiba aqui, quais as qualidades que as mulheres mais gostam em um homem.

 Romantismo

homem segurando buquêNada como um jantar à luz de velas, um buquê de flores inesperado, uma serenata, ou um pedido de namoro todo especial. Dentre todas as qualidades de um homem que as mulheres mais gostam, o romantismo é a mais preferida. Um homem romântico demonstra-se mais sensível e compreensível aos olhos das mulheres, o que pode fazer com que um romance se inicie apenas pelo homem apresentar estas qualidades.

Sedução

homem seduzindo mulherUm homem sedutor pode enlouquecer as mulheres e torna-las apaixonadas imediatamente por ele. Um olhar, uma roupa, um modo de se comportar e o modo de falar são muito importantes para caracterizar estas qualidades do homem. Vale ressaltar também, que um homem sedutor é diferente de um homem galanteador, pois o sedutor procura usar as suas qualidades para conquistar apenas uma mulher, enquanto o galanteador usa suas qualidades para conquistar inúmeras mulheres.

Simpatia

homem e mulher conversandoA simpatia também é uma das qualidades mais importantes e de que as mulheres mais gostam em um homem. Saber levar a conversa, ter assuntos interessantes, e acima de tudo ser simpático pode conquistar muitas mulheres. Afinal, de que adianta uma aparência bonita se não há simpatia? Esta é uma das qualidades mais importantes para o começo de um relacionamento, pois o primeiro passo para um namoro é a conversa.

 Beleza

homem bonitoHá quem diga que não é essencial, mas a beleza pode ser fundamental na hora da paquera para algumas mulheres. A estética pré-definida impõe músculos e beleza perfeita, mas a beleza interior pode contar muito para o início de um relacionamento. Gentileza, humildade, simplicidade e bom humor podem ser qualidades que as mulheres mais gostam, e certamente, tornará o homem mais bonito.
Além das qualidades comuns de que as mulheres mais gostam em um homem, a personalidade original e a atitude podem definir totalmente o início de um romance ou não. É importante sempre ser você mesmo, e nunca mudar a personalidade e suas qualidades para agradar ninguém.

programação artística em comemoração ao Dia do Evangélico


A Secretaria de Cultura anuncia a programação artística em comemoração ao Dia do
Evangélico

Em comemoração ao Dia do Evangélico a Secretaria de Cultura realiza uma programação com
shows de bandas gospel. O evento ocorrerá nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, no
gramado da Esplanada dos Ministérios.

A programação conta com 25 atrações, com destaque para Damares que se apresenta na
sexta-feira (30) e Trazendo a Arca, no sábado, 1º de dezembro.

Os shows são gratuitos e o público pode conferir as apresentações a partir das 14h.

Confira a programação:



DIA 30/NOVEMBRO

SHOWS

DAMARES

23:00h 00:00h

Palco da Direita

WAGUINHO - palco da Esquerda

22:00h 23:00h

Palco da Esquerda

FERNANDA BRUN - Palco da Direita

21:00h 22:00h

Palco da Direita

PG - Palco da Esquerda

Palco da Esquerda

20:00h 21:00h

RODOVALHO E BANDA CLAMOR BRASIL
LOHANNA CAMARGO
Palco da Direita

SALZ BAND
MINISTÉRIO IPR BRASIL
Palco da Esquerda

METAL NOBRE
PASSAGEIROS DE CRISTO
Palco da Direita

19:00h 20:00h

18:00h 19:00h

17:00h 18:00h

KAREN NUMAN

BANDA 321

DD JUNIOR

Palco da Esquerda

FONCECA - RENOVO

Palco da Direita

DISCO PRAISE

Palco da Esquerda

16:00h 17:00h

15:00h 16:00h

14:00h 15:00h


DIA 01/DEZEMBRO

SHOWS

TRAZENDO A ARCA

23:00h 00:00h

Palco da Direita

KLEBER LUCAS

22:00h 23:00h

Palco da Esquerda

JOTTA A

21:00h 22:00h

Palco da Direita

PROVERBIO X

20:00h 21:00h

Palco da Esquerda

LOUVA DEUS

19:00h 20:00h

Palco da Direita

JUNIOR NEGUEBE

18:00h 19:00h

Palco da Esquerda

FONSECA - CLOVIS RIBEIRO

17:00h 18:00h

Palco da Direita

ANA QUESIA

Palco da Esquerda

16:00h 17:00h

XOTE SANTO
DANIEL MAGALHÃES
Palco da Direita

15:00h 16:00h


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Governador Agnelo combate à máfia dos ônibus no Distrito Federal



Licitação aberta pelo governador Agnelo Queiroz em Brasília, procura acabar com um esquema que há 50 anos suga recursos públicos e controla o transporte da capital do país.
Nas próximas semanas serão conhecidos os vencedores de uma licitação capaz de pôr fim a um esquema que há mais de meio século se apropriou do transporte coletivo de Brasília. O objetivo é renovar toda a frota de ônibus da capital e elaborar contratos que obriguem as empresas a se submeter ao controle do governo. Trata-se, segundo promotores do Ministério Público do Distrito Federal, dos lances finais de uma “guerra contra mafiosos”, que, “em conluio com alguns governantes”, simplesmente ignoram o Estado, não se submetem a nenhum tipo de fiscalização e oferecem aos 2,5 milhões de habitantes da capital brasileira um transporte de péssima qualidade. A frota de quase quatro mil ônibus de Brasília está completamente sucateada.
 Os veículos, muitos deles clandestinos, têm mais de dez anos de uso, boa parte não possui os mínimos equipamentos de segurança, quebram com frequência diária, usam placas frias e não raramente sequer seguem as rotas preestabelecidas. “É inaceitável que em 50 anos não tenhamos conseguido fazer uma única concorrência para o transporte coletivo de Brasília”, afirma o governador Agnelo Queiroz. “Desde o final dos anos 1990 brigamos para que os contratos com essas empresas deixem de ser simplesmente prorrogados, atendendo exclusivamente aos interesses de empresários que não têm o menor comprometimento com a qualidade dos serviços e preocupam-se apenas em transferir os recursos públicos para seus interesses privados”, disse à ISTOÉ na última semana um dos promotores que acompanham a licitação em curso desde o início de março.
Um dos líderes do grupo que resiste à concorrência pública para o serviço de transporte é o empresário Wagner Canhedo Filho, dono de 850 ônibus – quase um terço da frota da capital –, representante de uma das famílias que exploram os ônibus de Brasília desde a sua fundação.
Era ele também um dos principais envolvidos na chamada Operação Dakkar, da Polícia Civil, que encontrou cerca de mil ônibus irregulares na cidade e desmantelou uma quadrilha responsável por desviar recursos do passe escolar e do idoso por intermédio da empresa Fácil Brasília Transporte Integrado. “A empresa, comandada pelos mesmos empresários que exploram o transporte, é que dizia o valor que deveria ser repassado pelo governo. E não havia nenhum controle sobre o número de passageiros transportados”, afirma o governador Agnelo Queiroz. O negócio é milionário.
As investigações constataram que em 2009 a Fácil recebeu R$ 10,2 milhões do governo. Em 2010, apenas até 18 de maio, os pagamentos chegaram a R$ 32 milhões. “Hoje, com o fechamento da empresa e uma fiscalização eficiente gastamos menos de 10% do que nos cobravam para atender a uma demanda crescente”, diz o governador.
A guerra contra a máfia dos transportes em Brasília se trava oficialmente no campo jurídico. Desde março, foram oito ações movidas pelos empresários do setor visando a barrar ou retardar a concorrência.
A Procuradoria-Geral do Distrito Federal, no entanto, vem conseguindo uma sucessão de vitórias e no momento o GDF avalia os recursos impetrados pelas empresas inicialmente desclassificadas, entre elas a Viplan, da família Canhedo. O problema é que, fora do campo jurídico, o jogo é pesado.
De acordo com relatos obtidos por promotores e mantidos sob sigilo, empresários de Brasília, depois de esgotarem os recursos jurídicos visando a impedir a licitação, chegaram a ameaçar empresas de outros Estados, caso entrassem na disputa. “Disseram que também iriam disputar apresentando valores irrisórios nas licitações de cidades onde essas outras empresas têm a concessão”, disse um promotor.
Segundo ele, é possível que muitos interessados em entrar no mercado de Brasília tenham desistido da concorrência. E mesmo no campo oficial os métodos utilizados pelos grupos que há 50 anos dominam o setor em Brasília nem sempre atentam às regras do jogo.
Para tentar se manter à frente de um negócio que deverá movimentar cerca de R$ 16 bilhões, o empresário Wagner Canhedo, conforme investigações feitas por membros que acompanham a licitação, entrou na disputa com a Viplan e outras duas empresas que seriam “testa de ferro”: A Santos e Pradela Negócios e Transporte Ltda. e a Planalto Rio Preto Transporte Coletivo Ltda. A Planalto Rio Preto conseguiu entrar na disputa apresentando capacitação técnica que lhe foi repassada por outras duas empresas de Canhedo.
Em março, quando o governo lançou um contrato emergencial, para cobrir linhas de uma empresa que não tinha mais condições de operar, a Rio Preto se inscreveu apresentando 80 ônibus registrados em nome da Viplan. Os sócios da Rio Preto e da Santos e Pradela são parentes próximos e ambas as empresas funcionam em um mesmo endereço, no Setor de Transportes de Cargas, trecho 1, conjunto B, lote 8. A Rio Preto no segundo andar e a Santos e Pradela no primeiro. No mesmo endereço também está sediada a Transportadora Wadel Ltda., que pertence ao grupo Canhedo. Todas essas coincidências têm sido alvo de investigações. “Tudo é rigorosamente checado e só irão adiante as empresas que seguirem todos os critérios legais”, afirma José Walter Vazquez, secretário de Transportes do DF.
Tanto o MP do DF como as autoridades do Palácio do Buriti apostam que a licitação é o único meio para alterar uma situação que já tem repercussão internacional. Um estudo recente divulgado pela Economist Intelligence Unit a respeito das 17 maiores cidades latino-americanas faz um importante diagnóstico sobre Brasília.
A capital brasileira com suas largas e extensas avenidas é apontada como uma das mais eficientes em infraestrutura viária. Por outro lado, conclui a pesquisa, é a pior entre todas as cidades avaliadas no que diz respeito à qualidade do transporte público oferecido a seus habitantes. Para uma cidade que há 50 anos não consegue fazer uma licitação pública para a concessão dos serviços de ônibus, o resultado do estudo não traduz nenhuma surpresa.
Fonte: Revista ISTOÉ

  
FOTO DA CAPA GOV.jpg
ÔNIBUS PÁG 03.jpg  

Parlamentares debatem regularização de São Sebastião




Na noite desta terça-feira a Câmara Legislativa do Distrito Federal por iniciativa do Deputado Wasny de Roure, Deputada Artele Sampaio e Deputado Chico Leite realizou em São Sebastião, uma audiência publica para debater a situação fundiária da cidade.  Historicamente, o Distrito Federal sofre com problemas de irregularidades fundiárias e urbanísticas desde o surgimento da cidade devido ao rápido crescimento populacional e de desenvolvimento da região, que atraiu milhares de pessoa para a jovem capital brasileira. Com isso, o governo do DF se vê frente a um grave problema social, que é regularizar verdadeiras cidades que foram ocupadas de forma irregular e sem cuidados jurídicos, urbanísticos e ambientais.

Na tentativa de contornar os problemas, o GDF em parceria com a Câmara Legislativa do DF (CLDF) criaram uma série de dispositivos legais para regularizar regiões onde seja impossível reverter o quadro de irregularidade. “O governo tem tratado com muita seriedade essa questão de regularizar algumas regiões do DF. A CLDF tem dado todo o suporte necessário e estamos ouvindo a população e vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para dar mais conforto e garantias a população”, afirma a deputada distrital Arlete Sampaio (PT).

Deputado Wasny ressaltou seu compromisso com a cidade “Essa audiência é de extrema importância para conversar com a população, estamos aqui depois de tanto anos em processo de regularização que é um processo histórico que hoje buscar soluções também   dos condomínios que vieram ainda complementar essa cidade .”

Atualmente, o GDF mantém 32 áreas em processo de regularização em 18 cidades do DF, como Ceilândia, Gama, Itapoã, Vicente Pires e São Sebastião, que recebeu na noite de ontem um grupo de autoridades encabeçados pelos deputados Arlete Sampaio(PT-DF), Chico Leite (PT-DF), Wasny de Roure (PT-DF) e o presidente da Codhab, Luciano Queiroga, para debaterem com os moradores da cidade sobre as perspectivas e o  andamento do projeto de regularização da cidade.

O intuito dos deputados e dos representantes dos órgãos ligados o Executivo é  fazer com que os moradores tenham acesso às informações e sobre a  regularização fundiária e urbanística de São Sebastião.

Compareceram à audiência pública mais de 400 moradores da cidade. “Fiquei sabendo e vim tirar algumas dúvidas e saber como está o processo de regularização de São Sebastião. Vou aproveitar também para representar a comunidade que moro e posteriormente passar pra frente o que ouvir aqui”, conta a terapeuta Sabrina Oliveira.

Com informação Jornal Alô Brasilia 

Mutirão das Escrituras



Ação conjunta para sensibilizar moradores de área regularizada a adquirir o documento

Apesar de viver em área regularizada, uma boa parte da população do Distrito Federal não possui a escritura de seu terreno. Com o intuito de reverter este quadro, o Governo do Distrito Federal, por meio da Sedhab — Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano e da Codhab — Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF, lançou neste sábado, 10/11, o Mutirão das Escrituras. O evento, que aconteceu na Feira Permanente de Samambaia, contou com a participação de mais de 400 pessoas e entrega de 1,8 mil escrituras.
O mutirão é uma das ações previstas no programa Regularizou, é seu! e tem por objetivo mobilizar as pessoas residentes de áreas regularizadas a procurarem o cartório e darem início ao processo de aquisição de escritura.
Inicialmente estão previstas ações também nas cidades de Recanto das Emas e Santa Maria. Entretanto, o Mutirão atenderá todas as cidades do DF.
“Estamos fazendo um esforço concentrado para garantir o direito sagrado dessas pessoas, que agora possam morar e criar seus filhos com tranquilidade, porque têm segurança jurídica para isso”, discursou o governador Agnelo Queiroz.
Benefício
Para possibilitar que as famílias possam obter a escritura, a Sedhab firmou convênio com a Associação dos Notários e Registradores do DF (Anoreg-DF) para reduzir os valores das taxas cartoriais para lavrar a escritura e registro do terreno de R$ 1.214,85 para R$ 197,74.
“Você está recebendo a sua escritura hoje, mas muitos dos seus vizinhos ainda não, por isso nós pedimos que vocês repassem aos demais”, discursou o secretário de Habitação, Geraldo Magela.
Na ocasião, o secretário Magela afirmou que por anos este processo esteve parado, mas o objetivo agora é retornar as ações de forma massiva, inclusive com atendimento nas Administrações Regionais.
“Agora chegou a minha vez”, repetia emocionada, Maria das Graças Soares, 47 anos. Após, oito anos de espera, a dona de casa e mãe de duas filhas, uma de 21 anos e outra de 15, não cabia em si de felicidade e alegou “agora, quando eu partir, elas terão onde morar”.
Para agilizar o processo
Já foi assinado pelo governador e será encaminhado esta semana para a aprovação da Câmara Legislativa um projeto de lei que permitirá que a escritura seja lavrada em nome do atual ocupante do terreno. Hoje, a escritura é lavrada em nome do primeiro proprietário, a maioria beneficiário de programa habitacional do governo.
Participaram da cerimônia os secretários de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, Daniel Seidel, e de Administração Pública, Wilmar Lacerda; o deputado federal Roberto Policarpo; os deputados distritais Luzia de Paula, Olair Francisco e Roney Nemer; e o administrador do Recanto das Emas, Sebastião Stênio Pinho.



MAGELA E AGNELO.jpg  
AGNELOENTREGA.jpg 
GDF ENTREGA CASA.JPG

Aprenda a fazer uma horta orgânica em casa



Cultivar uma horta orgânica, independente do tamanho e da variedade de alimentos plantados, é sempre bom. Bom para a saúde e o bem-estar da família, que irá ingerir alimentos mais saudáveis e livres e agrotóxicos, e também para o meio ambiente, que deixará de receber produtos químicos e ter seus recursos naturais, como solo e água, explorados de forma insustentável. Fazer uma horta em casa aumenta o seu contato com a natureza e economiza nas feiras e supermercados.
É preciso ficar atento e tomar alguns cuidados na hora de montar a sua horta. Elas podem ser feitas em todos os tipos de casa e apartamentos, só precisam ser adaptadas ao espaço e aos recursos disponíveis.
Preparativos
Antes de iniciar sua horta, fique atento aos seguintes fatores:
Clima – ele é determinante na adaptação de certas culturas e deve ser levado em consideração na seleção de variedades. As diferenças entre estações, quanto à temperatura e volume de chuva devem ser verificados, servindo como base para um calendário de épocas de plantio.
Solo - muita atenção ao tipo e cuidado do solo. O solo é considerado um organismo vivo, que interage com a vegetação em todas as fases de seu ciclo de vida. Devem ser analisados em seus aspectos físico (textura e estrutura), químico (nutrientes) e biológico (organismos vivos existentes no solo).
Local – o lugar da instalação da horta tem de ser de fácil acesso, maior insolação possível, água disponível em quantidade e próxima ao local. Não devem ser usados terrenos encharcados. Os canteiros devem ser feitos na direção norte-sul, ou voltados para o norte para aproveitar melhor o sol. No local da horta não é aconselhavel a entrada de galinhas, cachorros ou coelhos.
Espécies – escolha com cuidado o tipo de vegetal que você irá plantar. Cada espécie precisa de um tipo de tratamento e possui um ciclo de crescimento próprio. Informe-se na hora de comprar as mudas e sementes e verifique se aquele tipo irá se adequar à sua horta.
Passo a passo:
1. Monte a sua horta orgânica em uma área sem muito movimento. Se você tiver animais, coloque uma cerca de bambu, madeira ou outro material para que eles não entrem.  Escolha um lugar que receba muito sol. Se você mora em uma região seca, é preciso ter uma fonte de água próxima.
2. Limpe a área que será plantada. Você precisa tirar as ervas, o capim, as plantas velhas e as pedras. Aproveite esses resíduos naturais para produzir seu próprio adubo natural.
3. Are a terra quando tiver limpado o terreno. Use enxada ou arado para remover bem. A terra deve estar úmida para ser arada.
4. Coloque o composto orgânico na terra para que ela seja mais fértil e as frutas, verduras e legumes cresçam facilmente. Espalhe uma camada de 4 cm de adubo e misture bem com a terra da superfície.
5. Para plantar, faça um desenho da sua horta. Informe-se sobre como cresce cada fruta, verdura e legume que você pretende plantar, como eles devem ser agrupados e qual é a distância necessária entre eles para um bom crescimento.
6. Faça sulcos a cada 30 cm, que atravessem a horta inteira. Isso organizará suas frutas e verduras e permitirá que você se desloque sem problemas pela plantação. Coloque tijolos, pedras ou madeiras dentro desses sulcos para poder andar sem pisar nas plantas.
7. Siga as instruções das embalagens das sementes. Informe-se sobre o crescimento e agrupe-as de acordo com as informações que você obteve ou as indicações de um especialista.
8. Proteja a sua horta contra pragas e insetos. Remova as ervas-daninhas que crescerem entre as plantas, já que elas absorvem a água que a sua horta precisa para crescer.

HORTA.jpg  
HORTA22.jpg  
HORTA44.jpg

O consagrado atleta Pedrinho Moura é campeão de novo



Por Júnior do Daqui
No último final de semana o atleta de Jiu-Jtsu Pedrinho Moura se sagrou campeão Peso e Absoluto do Brasilia International Open Jiu-Jitsu Championship. Como sempre muito humilde no jeito de lidar com a fama de campeão, Pedrinho Moura agradeceu o apoio de seu patrocinador Dogo Cuecas, na pessoa de Wellington Cardoso, estendeu ainda os agradecimentos ao seu mestre Márcio Rodrigues, sua familia, seus amigos e irmãos de treinos; Edson Nagai, Diego Leaneshe, Cesar Sousa e sua namorada que ele tanto ama Daiane Rosa, por estar sempre do seu lado.
“Sem o apoio de vocês, momentos como este não seria possível”. “Tô muito feliz de ter colocado a bandeira da minha cidade e da minha equipe no lugar mais alto do pódio outra vez”. Concluiu Pedrinho Moura.
Esse atleta já provou por A mais B que tem talento, determinação, garra e espiríto de superação. Já está na hora da Secretaria de Esportes conceder alguns beneficios, para subsidiar os custos que nosso atleta tem com passagens, hospedagem e alimentação nos muitos eventos que ele participa mundo à fora.
O Jornal Daqui parabeniza esse grande atleta de São Sebastião, chamado carinhosamente de Pedrinho Moura. Parabéns campeão!

Petistas se reúnem em São Sebastião para discutir nova tendência CNB



Na noite do dia 9 de novembro, às 20h no Centro de Educação Popular de São Sebastião-CEPSS, em São Sebastião, aconteceu uma reunião pra lá de interessante. É que forças políticas internas do PT da cidade estiveram reunidas com cerca de 100 militantes para formar a CNB-DF (construindo um novo Brasil-DF). Na ocasião,participou do encontro o presidente do PT-DF e também militante da nova tendência e Deputado Federal, Roberto Policarpo.Estiveram presentes também os membros da coordenação provisória da corrente, Cícero Rola, prof.Garibel  e Fred,e também os históricos do PT de São Sebastião Chicão, Sivânia e mais cerca de 100 filiados. O evento discutiu os rumos da Nova tendência, sua organização interna, escolheu a coordenação zonal e elegeu delegados para participar do Encontro Regional da tendência no dia 24 próximo. Para o deputado Federal Policarpo, presidente Regional da Sigla, a CNB tem a missão de fortalecer o partido e ajudar o governador Agnelo nos desafios da política no DF.Para Chicão, “essa união entre as lideranças do partido é importante para o crescimento do PT e da própria cidade.É saudável que mesmo com discordâncias estejamos juntos defendendo um mesmo projeto.”Conforme Silvânia, umas das entusiastas da CNB, “é juntando forças que o PT faz o debate político, discute e constrói a sua militância.” 

JOGO RÁPIDO! Vinícius Thompson Fininhow


Nome e Profissão: Vinícius Thompson, mais conhecido como "Fininhow", fotógrafo.Esporte: Futebol.Cor: Preto.Na cozinha: Carnes e massas.Música: Todas.Defeito: Preguiça.Qualidade: Raciocínio rápido.Ponto fraco: Arrogância.Te irrita: Pessoas fúteis.
Felicidade: Entregar qualquer trabalho e a pessoa gostar do resultado.Medo: Prejudicar injustamente alguém.Frase: "Você nunca esta livre das promessas que faz, mesmo as que você não cumprir"
Conselho amigo: Acredite e lute por tudo que te faz feliz, custe o que custar.NÃO tira o chapéu? Pessoas que só sabem falar mal das coisas e não oferecem nenhuma sugestão para melhorar.Talento: Capacidade de argumentação.Atividade que mais te dá prazer: ViajarUm lugar: Foz do Iguaçu (PR)Qual a mensagem que você gostaria de deixar para os amigos? Nunca deixe que alguém fale que você é incapaz de algo, o ser humano tem uma capacidade de superação inimaginável.Fininhow por Fininhow: Auto-confiante, centrado, mente aberta, racional e apaixonado por bichos.

Exercício da democracia




         Voltaire ensinava: “Não concordo com que você diz, mas defendo o direito de você dizer”. Com o mesmo espírito estou cedendo meu espaço no  Jornal Daqui, para que seja publicado comentário de “Hudson Lima” (?) sobre meu artigo “A Violência em São Sebastião” publicado no mês passado. Minha réplica está no site www.daquijornaldf.com.br, é a seguinte :
Hudson diz que fez “uma rápida leitura” do meu artigo, ou seja, “Entendeu, mas não “Compreendeu” pois não fez “Redução Fenomenológica” sobre o assunto. Consulte Tratado de Filosofia de Regis Jolivett.

Guerra civil é o conflito armado entre duas ou mais organizações armadas, como as PMs e o PCC em São Paulo e Rio. Em 2011 foram assassinados no Brasil 499.931 pessoas. Este ano, já foram assassinados mais de 90 policiais.
Hudson descobriu que “o judiciário não cria Leis, apenas aplica”, mas deveria saber que o Juiz tem direito de interpretar a Lei”, razão porque há várias instâncias e tribunais colegiados. Quem viu o julgamento do mensalão tomou conhecimento do bate-boca dos ministros do STF sobre definição de culpas e penas. Essa bagunça no judiciário está sendo apelidada de “Mal de Levandowski”, o ministro que queria absolver os políticos corruptos.
Há poucos dias um juiz mandou soltar, em 24 horas, um criminoso preso em flagrante delito, tendo em seu poder dois quilos de maconha, um quilo de pasta de base, meio quilo de crack, outro tanto de cocaína, um revolver Magnum calibre .357 e bastante munições para pistola .380. Tudo encontrado na “Boca de Fumo”. Em protesto os delegados decidiram suspender as operações de repressão ao tráfico de drogas na área.  
Hudson diz que atribuí ao PT a responsabilidade pela violência existente no país hoje. Ora, o artigo que escrevi antevendo o que está ocorrendo no Brasil hoje, foi publicado em 13 de setembro de 1978 e o PT foi fundado em 1980.
    Ademais, o PT nunca governou o Brasil. O país está sendo governado por uma coligação sob a liderança do senador José Sarney (PMDB), um dos líderes da “ditadura”, e de cujo governo fazem parte elementos que, em vez de fazer oposição com o MDB, apelou para a guerra revolucionária, matando 120 civis e militares desarmados, cometeram 532 assaltos, roubaram Cr$ 28.145.352,42 entre 1966 e 1973. A presidente Dilma participou de um grupo, que de uma só vez roubou US$ 2,600 milhões. Nunca prestaram conta do dinheiro roubado, nem se arrependeram, nem pediram desculpas às viúvas e órfãos de suas vitimas. Ao contrário foram condecorados com anistia e prêmios em dinheiro.
Diz Hudson que na época da “ditadura. “Jornais, como este não poderiam circular”. Ele está falando de assunto do qual só ouviu falar, não estudou. Primeiro - ditadura pressupõe um ditador. Todos os generais foram eleitos indiretamente pelo Congresso Nacional, de acordo com a Constituição Brasileira. De cujas eleições participou o MDB de Tancredo Neves, Ulisses Guimarães, Mário Covas, Roberto Freire. Segundo – para evitar o incitamento ao terrorismo, no período em que houve guerra de guerrilha, houve censura nos jornais, mas com total liberdade de expressão da oposição no Congresso Nacional. Mas agora, o ex-ministro José Dirceu, condenado pelo STF por corrupção ativa e formação de quadrilha, defende a censura da imprensa (“regulamentação da mídia”).Correio Braziliense - 06.11.2012.
Joel Camara. Advogado e líder comunitário em São Sebastião.

Brasiliense vence o campeonato internacional de Jiu-Jitsu





Jovem de Ceilândia é destaque no esporte


O jovem brasiliense Wender Machado (foto em anexo), 23 anos, atleta da equipe J.L. Queiroz da Universidade Católica de Brasília (Campus Taguatinga), foi o vencedor do “Brasília International Open IBJJF Championship” pela categoria meio pesado, faixa branca.

O “International Open IBJJF Championship” — evento oficial da IBJJF —, foi realizado no sábado (17/10) e pela primeira vez em Brasília pela Confederação Brasileira de Jiu Jitsu.

Este ano já foram realizados outros campeonatos no Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Miami e Londres. No próximo mês será a vez da cidade de Long Beach na Califórnia receber o campeonato.

Com apenas um ano e dois meses de prática no esporte, Wender Machado já acumula vitórias. A primeira medalha foi como vice-campeão em abril deste ano no Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu realizado no Rio de Janeiro. Em seguida, conseguiu o primeiro lugar no Campeonato Brasiliense de Jiu Jitsu.

Tem ainda o 1º lugar no Circuito Tarja UCB, 2º lugar na 2ª Copa Sobradinho e 1º lugar no Circuito Aberto Guará de Jiu Jitsu.

De vida simples, morador de Ceilândia, Wender Machado iniciou sua vida esportiva no futebol. No entanto, como precisava de tempo para se dedicar aos estudos, resolveu deixar de lado o futebol e começou a treinar o Jiu Jitsu — arte suave — a mais antiga das artes marciais.

Wender aguarda um patrocinador para continuar a acumular novas conquistas.
 
Wender Machado.jpg

Análise das Eleições 2012 foi realizada pela Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB)




Reunidas em comitiva política, representantes da Articulação de Mulheres Brasileiras se reuniram na última semana para avaliar as Eleições 2012, troca de experiências, a participação das mulheres e suas candidaturas e a continuação da campanha “Quanto Vale seu Voto”    ( http://www.quantovaleseuvoto.org.br/).

Estiveram presentes mulheres do Rio de Janeiro, Piauí, Rio Grande do Norte, São Paulo e demais estados brasileiros para rediscutir o papel da mulher nos espaços públicos e na política.
 A candidata a vereadora em Belém, Domingas de Paula - PT, coordenadora do Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense também participou dos debates. Segundo ela, militante há 40 anos, o encontro é essencial para que as mulheres possam avaliar, discutir e planejar os próximos passos para o fortalecimento feminino dentro dos movimentos sociais. “Direito não é privilégio, é respeito às pessoas, ao ser humano. E isso deve ser passado para todos. É necessário fortalecer os movimentos sociais para que a relação entre governo e sociedade seja útil e construtiva. Prefiro morrer lutando por uma sociedade mais justa do que ficar calada em um canto”, afirma.

 As mulheres ocuparam, pela primeira vez no Brasil, mais de 30% das candidaturas a um cargo eletivo. Nos 5.564 municípios onde houve votação, as mulheres foram 32,6% do total de 448.413 candidatos a vereador/a que concorriam às 57.448 cadeiras.  A candidata a vereadora no Goiás, Fátima Veloso - PT, participou dos debates da AMB. Para ela o objetivo maior da participação de mulheres nas eleições é o aumento de pessoas interessadas no assunto. “É nosso dever defender o aumento de políticas públicas de qualidade para todas as mulheres. Isso envolve a participação da sociedade como um todo, seja nos trabalhos de melhoria de transportes públicos como nas lutas contra o câncer de mama”, disse Fátima. Nas eleições anteriores, em 2008 e 2004, as mulheres representavam 22,1% do total de candidatos/as a vereador/a (76.670 em 347.333 candidaturas em 2008; 76.555 em 346.419 em 2004). Houve um crescimento em números absolutos de 69.312 candidaturas femininas e de 10,5 pontos percentuais na presença de mulheres em listas eleitorais.

No início dos debates em torno da criação de um mecanismo de discriminação positiva para mulheres nas eleições brasileiras, no começo da década de 1990, os líderes partidários desenvolveram o mantra “mulheres não se interessam por política” para justificar seu desacordo. Segundo eles, as cotas não poderiam ser preenchidas exclusivamente por culpa das mulheres que, afinal de contas, não davam a mínima para a política institucional. Foi comprovado que esse mantra não era verdadeiro e que a pequena participação de mulheres na política acontecia não por falta de interesse feminino, mas sim como resposta de um processo cultural.  Portanto, as cotas eleitorais eram necessárias para combater este quadro.
A obrigatoriedade das cotas eleitorais pode explicar o avanço em termos de candidaturas de mulheres ao Legislativo Municipal. No caso de candidaturas a prefeituras, onde o sistema de cotas eleitorais não é obrigatório, as candidaturas foram menores. Do total de 15.438 candidatos, elas foram somente 1.938 mulheres candidatas (12,6%). Ainda assim, houve um crescimento absoluto de candidaturas femininas (317 a mais do que em 2008), correspondendo a um crescimento percentual de 2 pontos em termos de candidatas à prefeita. 



Fotos: Kathlen Amado / CFEMEA

bIMG_7636.jpg
bIMG_7655.jpg
  
bIMG_7664.jpg
  
bIMG_7671.jpg 
bIMG_7677.jpg
bIMG_7688.jpg

Dicas Simples de Como Prevenir a Acne



Nesse artigo separamos algumas dicas simples para evitar o surgimento de acne. Confira:
- Certifique-se de manter suas mãos longe da pele do rosto. As nossas mãos estão cheias bactérias que causam acne – mesmo quando aparentemente estão limpas.
- Comece um programa de exercícios para prevenir a acne. Por que isso é útil? Devido a melhora da circulação do fluxo sanguíneo e o aumento dos níveis de oxigênio no organismo, é feita a eliminação de toxinas que podem causar acne.
- Limpe o rosto duas vezes por dia para protegê-lo dos agentes causadores da acne. Simples, mas surpreendentemente útil – certifique-se de lembrar!
  • Tome banho após os exercícios para eliminar a sujeira e o suor, que podem entupir os poros e desempenham um papel importante no desenvolvimento da acne.

Mídias comunitárias se reúnem pela aprovação da Lei Cristiano



Representantes de veículos de comunicação alternativos do DF reuniram-se na manhã desta sexta-feira, em Taguatinga, para discutir o Projeto de Lei 1152/2012, que reserva no mínimo cinco por cento dos recursos previstos para publicidade do GDF para investimento obrigatório nas mídias comunitárias do DF. O projeto, apelidado de “Lei Cristiano”, está em tramitação na Câmara Legislativa do DF e, caso seja aprovado até dezembro já terá efeitos sobre o Orçamento de 2013.
A reunião aconteceu nas dependências da Associação de Veículos de Comunicação Comunitária do DF e Entorno (Asvecom) e contou com a presença de 30 jornalistas e empresários representantes de diversas mídias do DF, do senador Gim Argello (PTB) e seus correligionários, o deputado distrital Dr. Charles e o autor da proposta, o atual secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, deputado Cristiano Araújo.“ Fizemos esse projeto para garantir autonomia financeira e ideológica aos veículos de comunicação comunitária e para evitar que vocês fiquem com o pires na mão, atrás de um ou de outro, para conseguirem tocar seus jornais”, afirmou Cristiano, lembrando que é necessário que eles pressionem a Câmara Legislativa para que a tramitação seja acelerada.
A proposta inicial é que sejam reservados para uso exclusivo no investimento em rádios, jornais, blogs e revistas comunitárias no mínimo cinco por cento do total das verbas publicitárias do GDF. Neste ano, segundo levantamento da Asvecom, o governo gastará R$ 230 milhões com essas despesas. Se o projeto já estivesse aprovado, as mídias comunitárias teriam cerca de R$ 10 milhões disponíveis. “É muito justo que tenhamos uma pequena parte desse investimento para podermos informar à população com dignidade, considerando que nosso produto é distribuído de forma gratuita”, afirmou o presidente da entidade, Edivaldo Brito.
O senador Gim elogiou a proposta de Cristiano e colocou-se à inteira disposição para trabalhar por sua aprovação junto ao GDF. “Precisamos que todos vocês estejam unidos e filiados à Asvecom para que tenhamos a força necessária para conversarmos com o nosso governador Agnelo para que essa proposta passe a valer imediatamente”, argumentou. “É uma projeto justo e maravilhoso”.
Atualmente, não há garantia de verbas para esses veículos de comunicação que levam informação aos leitores dos mais distantes cantos do DF. Embora alguns consigam investimentos do GDF, não há um calendário fixo de pagamentos, o que dificulta o desenvolvimento das atividades desses trabalhadores. “Enfrentamos situações difíceis e muitas vezes somos esquecidos. Desconsideram a importância do nosso serviço para a comunidade”, afirmou o jornalista José Vieira, do Jornal DF Notícias.

09/11/2012

Cerca de 40 ativistas do MMC, AMB, MST e MAB estão no Congresso Nacional na tarde desta terça-feira realizando diversas incidências


Representantes do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC) e da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB) se reúnem nessa terça-feira para debater a realidade do problema da violência contra mulheres, no campo e na cidade, na perspectiva de avaliar o alcance dos serviços de atendimento nos territórios rurais e os investimentos realizados pelo governo para enfrentar o problema.
Um momento de extrema importância para o fortalecimento da participação e do controle social na atribuição de legislar e fiscalizar as políticas públicas que promovem os direitos das mulheres e o diálogo feito com o Legislativo. A Bancada Feminina no Congresso Nacional, que vem trabalhando para assegurar prioritariamente pautas relacionadas aos direitos das mulheres, receberá as representantes do MMC e AMB nesta terça-feira. Haverá também audiência pública sobre Violência contra as mulheres:
11h – Reunião com a Bancada Feminina no Plenário 3, Anexo II, Câmara dos Deputados
14h30 – Audiência Pública: Debate sobre a violência praticada contra a mulher no meio familiar e as medidas eficazes para a prevenção e combate a este delito. Plenário 16, Anexo II.
16h30 - Reunião com a Senadora Ana Rita - CPMI Violência contra a mulher
17h – Ato em defesa da PEC 478/2010 (PEC do trabalho doméstico) no hall da taquigrafia da Câmara dos Deputados. Serão distribuídos aventais em ato público em favor da PEC que amplia o direito dos trabalhadores domésticos e garante equivalência aos profissionais de outras áreas. O ato conta com o apoio da Comissão de Direitos Humanos, com as representantes de diversos estados que compõem o MMC e a AMB, parlamentares, cozinheiras, faxineiras, babás, jardineiros, mordomos, arrumadeiras, além da presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), Creuza Maria Oliveira.
A PEC 478/2010 garante às trabalhadoras domésticas os direitos trabalhistas vigentes para outras áreas, como jornada de 44 horas semanais, 13º salário, férias, aviso prévio, recolhimento de FGTS, seguro-desemprego, hora extra, adicional por trabalho noturno, salário-família, auxílio-creche, seguro contra acidente de trabalho, a proibição de discriminação em relação à pessoa com deficiência, além de mais restrições à prática ilegal de trabalho de meninas menores de 16 anos.
Em contrapartida, a Proposta estabelece redução nos encargos financeiros nos contratos estabelecidos com essas trabalhadoras a fim de não onerar o empregador exageradamente e nem de reduzir a empregabilidade.
Estarão presentes em todos os eventos da agenda representantes do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) , do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC) e da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB), que poderão dar entrevistas no local ou por telefone.

--
Kathlen Amado