DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Polícia Federal confirma vazamento do tema da prova de redação do Enem 2014

Pelo menos três estudantes receberam foto do caderno de questões minutos antes do exame


 Imagem mostra folha do caderno de questões que trouxe os textos de referência e o tema da redação, "publicidade infantil" - Reprodução

TERESINA - O delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Piauí, Alexandre Uchôa, confirmou nesta quinta-feira que houve vazamento do tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 para ao menos três estudantes. O policial, no entanto, disse que não há indícios de vazamento em massa e que não há como afirmar se houve falha de segurança na gráfica que imprime os cadernos de questões.

A Polícia Federal do Piauí investiga desde o dia 13 de novembro denúncia do estudante piauiense Jomásio Barros, de 17 anos, que postou em sua conta no Facebook fotografia de seu telefone celular. Ele recebeu, via WhatsApp, uma imagem da folha do caderno de questões que trazia o tema da redação, “Publicidade Infantil em questão no Brasil”. A imagem chegou às 10h47 (11h47 no horário de Brasília) do dia 9 de novembro, portanto antes do início do segundo dia de prova.

Jomásio Barros prestou queixa na Polícia Federal e se disse indignado com o vazamento. No dia, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, informou em nota que não existia qualquer indício de que o tema tenha vazado, mas reforçou que a denúncia seria apurada com rigor. Outros dois estudantes do Piauí disseram que receberam a mesma imagem com o tema da redação.

Segundo Jomásio, a imagem foi enviada às 10h47 do domingo, uma hora e 13 minutos antes da aplicação do teste no Piauí. O jovem decidiu gravar um vídeo denunciando o ocorrido e compartilhá-lo na internet. Ele fez as provas do Enem no Colégio Machado de Assis, em Picos, no sul do Piauí

O delegado Alexandre Uchôa afirmou que realmente houve vazamento do tema da redação do Enem, mas que isso ocorreu já nos locais de aplicação das provas. Ele disse que não houve furto da prova de redação em uma gráfica ou empresa de transporte, o que tornaria o caso mais grave.

- Tecnicamente, o vazamento existiu, a perícia constatou que ele recebeu em seu celular o tema da prova antes do horário. Ele recebeu a foto minutos antes. Não foi vazamento da prova ter saído da gráfica, o vazamento pode ter ocorrido no local de aplicação das provas. A gente não tem ainda como comprovar o início do vazamento, mas foi poucos minutos antes das provas. Não quer dizer que vazou um dia antes, que a prova saiu da gráfica, não tenho nenhum elemento para dizer isso - explicou o delegado federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário