DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

segunda-feira, 23 de abril de 2012

A “grande” mídia de Brasília e a marcha contra a corrupção



Vergonhosa a postura de algumas emissoras de TV e grupos da mídia de Brasília ao tratar da III Marcha Contra a Corrupção, evento acontecido sábado (21/4) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Pior, até mesmo alguns blogs seguiram a orientação e noticiaram de modo distorcido o que aconteceu em Brasília. Sequer noticiaram, alguns, que no domingo haveria a manifestação. ...

Ser contra esse tipo de marcha é compreensível e é direito de qualquer um. Criticá-la é também um direito. O que não é correto é fingir que não está contra e, dissimuladamente, distorcer as informações.

Mas talvez a observação atenta dos gastos de publicidade do GDF possa explicar, pelo menos em parte, o noticiário domesticado que vimos ontem.

Inicialmente a PM, segundo alguns meios de comunicação, teria dito que havia apenas mil e quinhentas pessoas na marcha. Depois falaram em três mil, número que foi noticiado, já à noite, por uma grande emissora de TV que, observe-se, não falou mais do que 20 segundos sobre a manifestação. Neste domingo, um dia após a marcha, alguns jornais falavam em seis mil, como informação prestada pela PM. Ou a “grande” mídia está mentindo ou a PM não está sabendo mais como calcular uma multidão. Um grande jornal chegou até a falar da marcha. Mas quanto às críticas que lá houve ao governador de Brasília, apenas uma frase com nove palavras. Muito pouco se comparado ao que se viu na manifestação.

Se eram seis mil, dez mil, 12 mil ou mais manifestantes, o que importa mesmo é que havia muita gente protestando, externando sua indignação contra os corruptos, contra os governos que deixam a roubalheira acontecer, contra os políticos que favorecem com o dinheiro que falta à saúde, à educação, à segurança, os empresários desonestos. Muitas faixas, e principalmente cartazes feitos à mão, improvisados, sim, mas que deram a medida exata de como o povo já não está mais engolindo calado as safadezas de políticos e empresários corruptos.

A indignação é tanta que pode ser medida nas frases, tanto nas escritas quanto, e principalmente, nas gritadas a todo pulmão pela multidão. Frases escritas, algumas até pesadas, podem ser lidas nas fotos que o Gama Livre publicou no dia de ontem, sábado.

Mas se quiserem uma visão rápida sobre a marcha de ontem, acessem o vídeo (de qualidade amadora, infelizmente) a seguir. Vejam cada explosão de indignação. Saibam quem foi o mais criticado durante a marcha. Os manifestantes, na realidade, não perdoaram ninguém sobre os quais recaem, no mínimo, fortes suspeitas.

A próxima Marcha Contra a Corrupção será em 7 de setembro, dia da Independência do Brasil.

Fonte: Gama Livre - 23/04/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário