DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Vias-Sacras do DF mobilizam milhares de fiéis




Diversas encenações da morte e ressurreição de Cristo integram o calendário religioso e cultural da Semana Santa

Brasília, 5 de abril de 2012 - Durante a Semana Santa, as Vias-Sacras que ocorrem em várias cidades do Distrito Federal integram uma programação religiosa e cultural que, a cada ano, torna-se mais tradicional. Encenadas por grupos teatrais famosos ou por elencos de anônimos, elas atraem aproximadamente 280 mil fiéis.

As encenações no Morro da Capelinha, em Planaltina, e em Taguatinga concentram a maior parte do público. A primeira ocorre há 39 anos e é uma das mais importantes do Brasil. Somente no ano passado mobilizou quase 150 mil espectadores.

A morte e ressurreição de Cristo apresentadas em Taguatinga chegam a atrair 50 mil pessoas em cada um dos dois dias de apresentação: o da Paixão de Cristo, na sexta-feira, e da ressurreição, no domingo de Páscoa. Neste ano, a Via-Sacra da cidade contará com a participação do ator global Luigi Baricelli.  Ele interpretará Jesus Cristo na sexta-feira e no domingo. Cerca de 800 profissionais, entre atores, técnicos, voluntários e organizadores, participam da encenação. O público acompanhará o espetáculo em arquibancadas cobertas e por meio de um telão que projetará os atos.

Única a ser apresentada em teatro de arena, a Via-Sacra de Sobradinho aguarda 20 mil espectadores.  Com 850 atores, ela chega a 19ª edição fazendo parte do calendário de eventos da Semana Santa do DF e do roteiro da Fé Católica do Brasil, do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). "Estamos ensaiando desde a primeira quinzena de janeiro", conta o coordenador-geral Eufrásio Pereira.

A Via-Sacra de Samambaia mistura a história bíblica com a realidade brasileira e desperta no público reflexões sobre o racismo e temas contemporâneos. A 16ª edição da Paixão do Cristo Negro conta com um elenco de 150 atores, a maioria deles pertencente à comunidade. "O Cristo pode ser vivenciado por qualquer pessoa, mas achamos que o Cristo negro tem uma identidade maior com a cultura brasileira. Incluímos também questões reflexivas sobre a nossa vivência atual, como a violência e a exclusão social. Queremos que as pessoas possam olhar para o que aconteceu no passado e pensar no que elas vivem hoje”, afirma o coordenador-geral do projeto, Gilberto Alves.

Procissão – A Igreja Santa Terezinha optou por lembrar o martírio de Jesus Cristo em uma procissão. Com velas nas mãos, as comunidades do Cruzeiro, do Sudoeste e da Octogonal acompanharão o grupo de teatro da paróquia que há 30 anos encena as 15 estações da Via-Crúcis. “Interpretamos a 1ª estação em frente à Paróquia, onde construímos os cenários. Assim que Jesus recebe a cruz, vamos seguindo pelas ruas do Cruzeiro Novo, entre os blocos, e convidamos as pessoas a nos seguir”, explica um dos organizadores da Via-Sacra, Henrique Cavalheiro. Segundo ele, a Polícia Militar registrou, no ano passado, um público de mais de mil pessoas. Entre atores e equipe técnica, 150 pessoas participam. Este ano, o homenageado será o Padre Armando Brédice, responsável pela construção da paróquia. Ele completará 94 anos.

Libras – Em 14 de abril, haverá a 4ª Via-Sacra dos Surdos de Brasília. A iniciativa é do Instituto Católico Nossa Senhora do Brasil. “A encenação é toda feita utilizando a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e outro grupo faz a narração simultânea para os ouvintes. Durante os três primeiros anos, nos apresentamos na sede do instituto na 714/914 Sul. Este ano mudamos de local. O público aumentou muito”, conta a coordenadora-ouvinte do grupo, Lilian Pavvini.

A apresentação acontecerá na sede da Associação Brasiliense de Deficientes Visuais (ABDV), na 903 Sul. O Grupo Via-Sacra de Planaltina ajuda com figurino e cenário. O grupo conta 110 atores e equipe de 30 pessoas.  O evento é aberto ao público e gratuito.

PROGRAMAÇÃO:
Planaltina: 39ª Encenação do grupo Via-Sacra de Planaltina. Dia 6/4, a partir das 15h. Local: Morro da Capelinha – DF 230.

Samambaia: 16ª Encenação da "Paixão do Cristo Negro". Dia 6/4, às 18h. Local: Centro Urbano, Quadra 302 (entre o Fórum e Paróquia Santa Luzia.

Taguatinga: 22ª Encenação do Grupo Teatral e Cultural Via-Sacra de Taguatinga. Dias 6/4 (sexta-feira) e 8/4 (domingo), às 19h. Local: Taguaparque, Pistão Sul.

Brazlândia: 36ª Encenação pelo Teatro Geração Nascente. Dia 6/4 às 16h30. Local: Morro dos Milagres próximo à Quadra 12 Norte.

Sobradinho: 22ª Encenação do Grupo Via-Sacra de Sobradinho. Dia 6/4, a partir das 17 horas. Local: Área Especial nº 02, Quadra 15 (em frente a paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição).

Cruzeiro/Sudoeste/Octogonal: 30ª Encenação do Grupo de Teatro da Igreja Santa Terezinha. Dia 6/4 às 18h. Local: SHCES 801 – Área Especial - Cruzeiro Novo, em frente ao Terraço Shopping.
Encenação da Via-Sacra da Catedral Rainha da Paz. Dia 06/04 às 10h. Local: Eixo Monumental.

Ceilândia: Encenação da Via-Sacra da Comunidade São José Operário. Dia 06/04 às 15h. Local: saída da QNQ 5, Área Especial.
Encenação da Via-Sacra. Dias 06/04 às 16h. Local: saída da Paróquia da Ressurreição, QNN 5/7, Módulo A, Área Especial.

Paranoá: Encenação da Via-Sacra. Dia 06/04 às 16h. Local: saída do Terminal Rodoviário, na Q.33, rumo à Paróquia Santa Maria dos Pobres.

Recanto das Emas: Encenação da Via-Sacra. Dia 06/04 às 18h. Local: Quadra 400/600.

Brasília: 4ª Encenação do Grupo Via-Sacra de Surdos de Brasília. Dia 14/4 às 16h na Associação Brasiliense de Deficientes Visuais (ABDV) na 903 Sul.


Mais detalhes

Nenhum comentário:

Postar um comentário