DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Policiais civis do DF mantém paralisação de 48 horas



Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na tarde desta terça-feira (21), o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) decidiu manter a greve até quinta-feira (23), quando completa o prazo de 48 horas estabelecido anteriormente.
A categoria reivindica o reconhecimento em lei do nível superior para todos os cargos da PCDF. Há 18 anos, os policiais buscam a conquista. “Mesmo com a exigência do diploma de nível superior para entrar na Polícia Civil, alguns cargos das carreiras não são reconhecidos como tal, pois falta a regulamentação”, explica o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco. 
A próxima assembleia está marcada para amanhã (23) a partir das 14h30, em frente ao Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), na Esplanada dos Ministérios.
Ação do MP
O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) entrou na justiça com pedido de ilegalidade da greve dos Policiais civis do DF. De acordo com Rodrigo Franco, presidente do Sinpol-DF, o sindicato não foi notificado sobre a ação do Ministério. “Não sabemos qual o conteúdo da ação. Quando a notificação chegar, encaminharemos para o departamento jurídico analisar se vai recorrer da decisão”, afirma.


Sobre o Sinpol-DF – Fundado em 1988, o Sindicado da Polícia Civil do Distrito Federal representa agentes de polícia, médicos legistas, peritos criminais, escrivães, agentes penitenciários, papiloscopistas e delegados na defesa dos interesses de classe e no relacionamento com governos Distrital e Federal, e com a Câmara Legislativa do Distrito Federal e o Congresso Nacional. A nova diretoria assumiu em maio deste ano e entre os principais pleitos estão: a valorização profissional, a reestruturação da carreira e o reconhecimento definitivo de todos os cargos que compõem a carreira de Polícia Civil como de nível superior.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – SINPOL-DF
Proativa Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário