DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

terça-feira, 24 de junho de 2014

Onda verde-amarela toma conta do DF


 
Goleada no Mané Garrincha anima torcedores, e Eixo Monumental vira palco da festa. No Taguaparque, cerca de 42 mil pessoas curtem o show do cantor Naldo
 
Brasília, 23 de junho de 2014 - Os 90 minutos de jogo foram apenas o início. Torcedores de todos os cantos do país continuam comemorando em Brasília a classificação da Seleção Brasileira para as oitavas de final e a goleada no estádio Mané Garrincha. O público deixou a arena em clima de festa, e a via N1 do Eixo Monumental foi tomada pelo canto da torcida: “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor!”.
 
O paulista Bruno Cardoso, 27 anos, assistiu à abertura do Mundial no Itaquerão (SP), mas admitiu: a partida no Mané teve um gostinho especial. “A torcida aqui é contagiante, e o jogo foi muito emocionante, algo que todo brasileiro espera viver na vida. Que venha o hexa!”, vibrou o administrador.
 
O advogado Júlio Bilac, 49 anos, veio diretamente de Palmas (TO) para ver a Seleção Brasileira jogar na arena brasiliense. “O Mané Garrincha está de parabéns. O jogo foi pura emoção. Essa vitória em cima de Camarões foi para lavar a alma”, comemorou.
 
Dia histórico – A partida reuniu diversos números marcantes. Foi o centésimo jogo da Seleção Brasileira em Mundiais, e teve o centésimo gol desta edição da Copa do Mundo da FIFA™, saído dos pés de Neymar. Com dois gols na partida, o camisa 10 virou artilheiro da competição, e o sexto maior goleador do Brasil em Copas do Mundo.
 
Os 69.112 torcedores representam a maior torcida da história do Mané Garrincha, e levaram o estádio à marca histórica de 1 milhão de espectadores desde a reinauguração, em maio de 2013.
 
O policial militar Darlei Miranda, 41 anos, aproveitou o dia de folga para assistir a seu primeiro jogo de Copa do Mundo. Quando chegou ao Mané Garrincha, foi difícil descrever a emoção. “Já estou na história, e estou fazendo minha própria história aqui. Saio daqui com memórias lindas que poderei contar para os meus netos”, disse, comovido.
 
Festa com dança – No Taguaparque, os torcedores que assistiram à transmissão da partida em telões de alta definição tiveram ainda mais motivos para comemorar. O cantor Naldo subiu ao palco do Fan Fest logo após o apito final, e colocou o público de mais de 42 mil pessoas para dançar ao som do funk e pop.
 
Desde a abertura do Mundial, no dia 12 de junho, mais de 162 mil pessoas já passaram pela arena montada em Taguatinga. “Estou muito feliz de estar aqui, é uma festa incrível. Sempre acreditei que o povo brasileiro entraria no clima da Copa. Aqui é o país do futebol e estou lisonjeado de poder comemorar junto com o povo”, disse Naldo, pouco antes de começar o show.
 
No Fan Fest até turistas estrangeiros se vestiram de verde e amarelo, vibraram com o resultado do jogo e caíram no funk de Naldo. O publicitário Mario Garcia, 28 anos, desembarcou em Brasília há três semanas. Ele veio dos Estados Unidos para curtir o Mundial na cidade.
 
Com uma câmera presa ao boné, ele tem registrado os melhores momentos para mostrar aos amigos americanos: “É uma forma de eles conhecerem o país e viverem essa experiência através do meu olhar”. O Fan Fest é organizado pelo Governo do Distrito Federal, em parceria com a FIFA e a Rede Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário