DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Torcida chega cedo e dá show no Mané

Brasileiros, colombianos e marfinenses fazem grande festa em Brasília. Acesso ao Estádio Nacional foi rápido, e jogo segue em clima de alegria. Presidente da Colômbia assiste ao jogo na arena, que reúne 68.748 pessoas

A animação começou cedo ao redor do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha nesta quinta-feira (19/6). A partida entre Colômbia e Costa do Marfim teve início às 13h, mas uma “maré amarela” de torcedores colombianos já fazia barulho na porta do estádio nas primeiras horas da manhã.

A antecipação da torcida deu resultado. Antes mesmo de os jogadores entrarem em campo, as arquibancadas já estavam cheias e não havia filas na área externa. O acesso dos torcedores ao Mané Garrincha foi pacífico, assim como na partida entre Suíça e Equador no domingo (15). De acordo com a Fifa, 68.748 torcedores assistem ao jogo no estádio – é o maior público já registrado no Mané.

Os colombianos são maioria no estádio, e contam com a simpatia de grande parte dos hermanos brasileiros. O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, acompanha a partida na Tribuna de Honra do estádio. As autoridades estrangeiras são recebidas pelo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz.

“Festa incrível – “Ficamos impressionados com a simpatia dos brasileiros. Até os policiais nos cumprimentaram com um sorriso no rosto e indicaram o caminho”, comentou o colombiano Edgar Castillo, 45 anos. O caminhoneiro chegou ontem com a família e foi direto para o FIFA Fan Fest, no Taguaparque (Taguatinga). “Estamos nos sentindo em casa em Brasília. Ontem, dançamos música colombiana no Fan Fest, e hoje, estamos aqui nessa festa incrível no estádio”, elogiou Adriana Sadogal, 26, sobrinha de Edgar.

Por todo o Eixo Monumental era possível ouvir gritos de incentivo. ¡Olé, olá, que mi Colombia va a ganar!, cantavam os turistas. O bom-humor também tomou conta das fantasias: além dos rostos pintados de vermelho, amarelo e azul, ídolos do futebol tricolor como o goleiro Higuita e o meia “El Pibe” Valderrama e até a cantora colombiana Shakira foram lembrados por seus compatriotas em máscaras de papel.

Magnífico – Os torcedores da Costa do Marfim estão em menor número, mas também fazem uma festa bonita. A marfinense Touré Nawa, 45 anos, está seguindo “em turnê” com a seleção africana: se hospedou em Campinas (SP), para ficar próxima ao Centro de Treinamento, e já foi ao Recife (PE) para a primeira partida da seleção. Para escolher o momento favorito até agora, bastou entrar no estádio Mané Garrincha.

“Tenho que admitir: este estádio é magnífico, bem mais marcante que o outro”, comparou Touré, referindo-se à Arena Pernambuco. A engenheira de telecomunicações também elogiou a hospitalidade dos brasilienses: “As pessoas são muito acolhedoras. Estou fascinada, vivendo uma experiência única”.

Fan Fest – A festa também começou cedo no Fan Fest, no Taguaparque. Brasilienses e turistas aproveitaram o feriado de Corpus Christi para curtir o dia de sol no evento e assistir, no telão da arena, a transmissão do jogo realizado em Brasília.

“Deixei de ir à missa para vir aqui”, brincou a assistente administrativa Adriana Rodrigues, 21, acompanhada de três amigas. O grupo chegou cedo para ficar no “gargarejo” do show de Cristiano Araújo, que sobe ao palco assim que terminar a partida entre Colômbia e Costa do Marfim.

A contadora Enne Mendes, 40 anos, levou os dois filhos pequenos para o show do cantor sertanejo. Para ela, as atrações musicais são o ponto principal do evento. “Cheguei a pegar autógrafo do Gusttavo Lima. Agora, quero ver Cristiano Araújo hoje e Naldo, na segunda-feira”, antecipou.

O FIFA Fan Fest é um evento organizado pelo Governo do Distrito Federal, em parceria com a FIFA e com a Rede Globo. Nesta quinta-feira, o público também pode acompanhar a transmissão de Uruguai x Inglaterra (16h, São Paulo) e Japão x Grécia (19h, Natal). Além de Cristiano Araújo, a dupla Wilian e Marlon anima o palco do Taguaparque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário