DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Agnelo convoca o maior número de professores da história



Governador anuncia a maior convocação de concursados para a Educação já realizada no DF. De uma única vez, serão chamados 1.688 profissionais para assumirem imediatamente suas vagas na rede pública de ensino

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, anunciou hoje a convocação de 1.688 professores concursados, de 29 disciplinas, para reforçar os quadros em todas as cidades do DF no início do ano letivo de 2013. O chamamento será publicado na edição desta segunda-feira (4) do Diário Oficial do Distrito Federal. As aulas para os quase 500 mil alunos das 652 escolas públicas do DF começam em 14 de fevereiro.

O anúncio foi feito durante reunião com a direção do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro) e uma comissão de concursados, no Palácio do Buriti. “Nunca uma gestão do GDF realizou uma convocação de tantos concursados de uma única vez. É uma conquista muito importante para os professores, que tinham essa reivindicação histórica, para o Governo do Distrito Federal e para a sociedade do DF”, destacou Agnelo Queiroz. “Esse número vai fazer uma grande diferença na rede de ensino do Distrito Federal”, afirmou Rosilene Corrêa, diretora do Sinpro.  O sindicato colaborou com o governo no trabalho prévio à convocação.

 A Secretaria de Educação recebeu 40 mil novos pedidos de matrícula para 2013. Para o governador, essa alta procura por vagas é uma prova do carinho e do respeito da população com a rede pública de ensino. “Essa convocação atende, principalmente, a necessidade real de nossas escolas. Chamamos mais profissionais com carga horária adicional, para as cidades e disciplinas com maior carência”, detalhou.

Ao todo, serão chamados 389 profissionais com carga de 20 horas semanais e 1.299 para trabalhar 40 horas. O maior reforço é de professores das disciplinas com maior déficit: atividades (ensino fundamental nível1), língua portuguesa, matemática e inglês. Da mesma forma, a maioria dos profissionais irá para as cidades com mais demanda, como Ceilândia, São Sebastião e Santa Maria, entre outras. 

Impacto – As novas contratações terão um impacto de aproximadamente R$ 108,2 milhões na folha de pagamento da Educação. Esse valor representa cerca de 2% do orçamento total da área (mais de R$ 5 bilhões). O secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda, ressaltou que uma convocação de tantos profissionais ao mesmo tempo só foi possível após um esforço conjunto de todo o governo para equilibrar as contas públicas.

“Adotamos medidas duras de contenção ao longo de 2012, não permitimos inchaço nas folhas de pagamento e conseguimos nos afastar do Limite Prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Isso permite novas contratações em áreas estratégicas, como Educação, Saúde e Segurança Pública”, avaliou Lacerda. “Estamos recompondo a estrutura do Estado, que estava totalmente desestruturada”, acrescentou.

A convocação de novos concursados se soma a outras medidas que a atual gestão já havia adotado para reforçar os quadros da Educação. Em outubro de 2012, o GDF prorrogou por mais dois anos o prazo de validade do concurso realizado em 2010 para professor de educação básica da rede pública – o período de prorrogação começou a valer em 31 de dezembro do ano passado.

Além disso, entre 2011 e 2012 foram nomeados 1.807 profissionais para Educação, entre professores, auxiliares e equipe administrativa. Com a nova convocação, mais de 90% dos educadores do banco de concursados estarão incorporados à rede pública de ensino. “Agora, teremos praticamente só um número residual de professores disponível. Por isso, já temos que começar a preparar um novo concurso público nessa área”, informou o governador.

Temporários –  dos concursados, o GDF também convocou, ao longo desta semana, 3 mil profissionais temporários. “Eles também são muito importantes para o funcionamento da nossa rede e foram chamados para cobrirem as ausências temporárias de professores que assumem cargos de direção, coordenações pedagógicas ou pedem afastamentos por motivos de saúde ou licenças”, detalhou o governador.

Para o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa, esse conjunto de medidas garante, principalmente, tranquilidade no início do ano letivo. “Adotamos todas as providências para receber bem nossos alunos a partir do dia 14. Teremos professores efetivos em sala de aula, temporários substituindo as ausências que surgirem e escolas recuperadas. Durante o período de férias, reformamos 392 colégios públicos”, acrescentou o secretário.

NOVOS SERVIDORES
Confira abaixo a distribuição dos novos profissionais por disciplina e carga horária.

COMPONENTE CURRICULAR
NOVAS NOMEAÇÕES
20 HORAS
40 HORAS
Administração
2
1
Artes
40
87
Atividades
20
926
Biologia
44
40
Eletrônica
2
-
Farmácia
2
-
Filosofia
13
5
Informática
10
-
Língua Portuguesa
75
86
Matemática
65
55
Música – Proteção ao Trabalho
1
1
Odontologia
-
2
Psicologia
3
-
Sociologia
25
4
Telecomunicações
3
-
Química
20
10
Física
15
05
LEM/Francês
1
2
LEM/Inglês
30
64
LEM/Espanhol
10
2
Música/Câmara Erudita
2
2
Música/Musicalização Infantil
-
2
Música/Piano Correpetição
1
-
Música/Piano Erudito
1
-
Música/Piano Suplementar
2
1
Música/Regência de Banda
-
2
Música/Saxofone
1
-
Música/Violão Popular
-
2
Música/Violino
1
-
TOTAL
389
1.299
TOTAL GERAL
1.688

Nenhum comentário:

Postar um comentário