DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Detran propõe curso obrigatório mais barato a motoboys, após impasse



Apenas 7,5% dos profissionais já realizaram o curso. A decisão depende agora do Denatran


O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) quer disponibilizar um curso teórico aos motoboys a um terço do valor cobrado pelo mercado. A proposta foi levantada em reunião entre o Detran, a Secretaria de Transportes e representantes dos motociclistas profissionais, na manhã desta segunda-feira (4/2) para discutir as novas regras impostas por duas resoluções do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O Denatran delibera sobre as alterações sugeridas ainda nesta tarde.

Motoboys e mototaxistas durante a manifestação que ocorreu na última sexta-feira na Esplanada dos Ministérios. (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Motoboys e mototaxistas durante a manifestação que ocorreu na última sexta-feira na Esplanada dos Ministérios.


A proposta do Detran é realizar um rodízio entre os motoboys para fazer o curso na única escola que oferece as aulas, o Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), tendo em vista a alta da demanda. Apenas 7,5% dos profissionais já fizeram o curso. De acordo com o Detran, a expectativa é que em até seis meses, todos os motoboys já tenham realizado o curso.

Outra reivindicação dos profissionais se refere aos coletes obrigatórios. Segundo os motoboys, o governo prometeu doar 10 mil coletes. O Detran pretende fazer um acordo com o BRB para o que o banco ofereça os coletes.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário