DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Polícia apreende média de 51 pessoas e sete armas por dia no DF


Balanço de 2012 mostra que operações integradas das polícias apreenderam mais drogas e armamentos que em 2011


Dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, divulgados nesta segunda-feira (4/2), mostram que a quantidade de prisões em 2012 foi maior que em 2011. Ao todo 11,5 mil maiores de idade foram detidos no último ano, média de 31 suspeitos presos por dia. Em 2011, a secretaria contabilzou 10,7 mil prisões. Os números de apreensões a menores infratores  também chamam a atenção: ao todo, 7.366 jovens foram apreendidos suspeitos de praticarem atos infracionais análogos a crimes como homicídios, latrocínios e sequestros relêmpago. A média é de 20 por dia.

 (Ed. Alves/CB/D.A Press)

A secretaria também registrou queda no indíce de homicídios: em janeiro de 2011, 56 mortes violentas foram registradas, contra 48 no mesmo mês do ano passado e 41 no início deste ano.

Ações integradas das polícias Civil e Militar tiraram de circulação, em 2012, 1,2 tonelada de maconha e mais de 100 quilos de cocaína. Foram 2,5 mil armas apreendidas, entre revólveres, pistolas e fuzis. A média foi de sete armas apreendidas por dia em alguma das cidades do DF; quanto a localização de veículos roubados ou furtados, 7.336 carros que estavam nas mãos de criminosos foram recuperados pela polícia.
 
 (Ed. Alves/CB/D.A Press)


Leia mais notícias em Cidades


A secretaria informou ainda, que ocorreu uma redução de todas as naturezas criminais nos últimos oito meses do ano passado, em comparação ao mesmo período de 2011. Essa diminuição na criminalidade, deve-se, segundo a secretaria, ao início das atividades do Programa Ação Pela Vida, desde abril de 2012.

“Nunca na história do Distrito Federal se prendeu tantos criminosos em um período de apenas um ano. Conseguimos retirar de circulação uma quantidade impressionante de armas, que poderia ter sido usada para cometer algum homicídio. Os números representam um esforço conjunto entre todas as quatro forças que formam a segurança pública do DF”, destacou o secretário de segurança pública, Sandro Avelar.

Fonte:www.correiobraziliense.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário