DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

terça-feira, 6 de março de 2012

Transporte público de qualidade



No programa semanal de rádio Conversa com o Governador, Agnelo Queiroz assumiu o compromisso de melhorar o transporte coletivo no DF. Entre as novidades está a licitação para renovar a frota e as linhas de ônibus na capital
Brasília, 6 de março de 2012 – Foi ao ar na manhã desta terça-feira mais uma edição do programa de rádio Conversa com o Governador. Em entrevista ao jornalista Carlos Campbell, Agnelo Queiroz destacou as medidas para desenvolver um novo modelo de transporte público para o Distrito Federal. Uma das novidades é a licitação que será realizada para renovar a frota e as linhas de ônibus da capital, anunciada na sexta-feira passada.
O governador explicou que as mudanças vão além da troca de veículos velhos por novos. “Vamos renovar a frota, mas a licitação vai permitir também que o serviço seja mais eficiente, que tenha planejamento e racionalização das linhas de ônibus oferecidas”, adiantou Agnelo Queiroz. “Não é possível a população conviver com um sistema e um transporte tão ruim. A situação atual é fruto de um sistema de transporte sucateado, que não respeita o usuário”, afirmou. “Estamos assumindo mais esse compromisso, que é modernizar o sistema de transporte coletivo do Distrito Federal”, destacou Agnelo Queiroz.

Para organizar o sistema, o Distrito Federal foi dividido em cinco regiões ou bacias. Cada região é licitada para uma empresa ou um consórcio de empresas diferente, que vai operar as linhas. “Dessa forma, organizamos o sistema para facilitar e garantir a integração dos vários modais de transporte, como o ônibus e o metrô”, exemplificou. Além disso, Agnelo Queiroz afirmou que os novos ônibus terão que atender a vários critérios e exigências, principalmente no que se refere à segurança, acessibilidade e conforto.

Comodidade – Um exemplo dessa mudança é que o edital de licitação deixa claro que a nova frota deverá ser acessível para as pessoas com deficiência ou problema de mobilidade. Os ônibus terão piso baixo ou mesmo piso normal com plataforma de embarque. Além disso, o piso deverá ser recoberto com borracha antiderrapante. “Outra questão é que os bancos dos passageiros devem ser estofados com encosto de cabeça. E todos os ônibus terão ar-condicionado, o que é um conforto para motoristas e passageiros”, adiantou Agnelo Queiroz.

Além disso, os veículos terão GPS, que é o Sistema de Rastreamento de Veículos. “Com isso, nós vamos poder acompanhar o sistema através de uma Central de Monitoramento. Os ônibus irão obedecer, rigorosamente, o horário e também teremos um controle total da sua trajetória”, destacou o governador.

Agnelo Queiroz garantiu, ainda, que as mudanças não terão impacto no bolso dos usuários e serão cobrados preços justos. Ele explicou que, com a retomada do controle do Sistema de Bilhetagem Automática, no ano passado, foram elaboramos estudos que apontaram a redução do número de linhas de ônibus. “Definimos esse modelo de licitação que vai, com certeza, oferecer um transporte público mais rápido e barato”, afirmou.

O governador explicou que o passageiro que usa cartão magnético e quiser tomar um ônibus de curto trajeto, que custa R$ 1,50, e depois usar outro, de R$ 2, vai pagar 1,50 na primeira viagem e, na segunda, será cobrada apenas a diferença de R$ 0,50. Ao final da viagem, esse passageiro irá pagar apenas uma única passagem, que é o preço mais caro, nesse caso, que é de R$ 2, que foi a trajetória mais longa.

Plano Diretor – Agnelo Queiroz destacou ainda que as medidas para melhorar a qualidade do transporte público do DF começaram no início da gestão. O governador lembrou que, ainda no ano passado, o Governo do Distrito Federal retomou o sistema de bilhetagem da empresa Fácil. Também foi aprovado o Plano Diretor de Transporte Urbano do Distrito Federal.
Outra novidade foi o início da construção da linha Expresso DF, que é o transporte por meio de ônibus modernos, articulados, com capacidade para até 160 passageiros. Eles sairão de Santa Maria e Gama com chegada no Plano Piloto. Além de melhorar o trajeto dos passageiros, o Expresso DF deve gerar 6 mil empregos por ano.

Agnelo Queiroz também comentou sobre os corredores preferenciais para ônibus na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB) e na Estrada Parque Taguatinga (EPTG), reduzindo o tempo de viagem dos passageiros dos coletivos. “São medidas pontuais, mas que se juntam agora a mais esse passo importante que é a licitação de todo o sistema das linhas de ônibus do Distrito Federal”, enfatizou o governador.
Dia da Mulher – Após detalhar as mudanças no transporte público, Agnelo Queiroz lembrou o Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta semana (8 de março). “É um dia para comemorar a vitória das mulheres, a vida de cada uma das mulheres brasileiras. Aqui no Distrito Federal estamos fazendo a nossa parte. Criamos a Secretaria da Mulher, justamente para que as ações definidas na nossa política de governo sejam cumpridas de forma positiva”, ressaltou o governador. “A criação da Secretaria representa um passo importante para avançar na defesa e ampliação dos direitos da mulher”, completou.

O governador também destacou a programação do Março Mulher, que ocorrerá durante todo o mês. Entre as ações está o mutirão de reconstrução mamária para aquelas mulheres que passaram por mastectomia, que é a retirada do seio por causa do câncer. As cirurgias são realizadas durante toda a semana, em parceria do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Saúde, com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. “É uma ação importante para tentar ajudar as mulheres que sofreram, lutaram contra o câncer e agora têm a oportunidade de recuperar a sua autoestima participando desse mutirão.”

Agnelo Queiroz finalizou parabenizando todas as mulheres do Distrito Federal e a presidenta Dilma Rousseff. “Temos na Presidência da República, pela primeira vez na nossa história, uma mulher forte, competente, firme, dedicada, comprometida com o nosso povo”, destacou.

O programa – O Conversa com o Governador é transmitido pela rádio Cultura FM (100,9) às 7h, com retransmissões às 9h, 12h e 18h30. Criado pela Secretaria de Comunicação Social, o programa tem duplo desafio: estreitar o diálogo com a população e prestar contas das ações adotadas pela atual gestão do GDF para melhorar a qualidade de vida e conferir excelência aos serviços públicos.
Todo o conteúdo do programa está disponível para ouvir e para download na página da Agência Brasília de Notícias na internet: www.agenciabrasilia.df.gov.br/conversacomogovernador. A reprodução é livre, desde que citado o crédito dos realizadores.



Mais detalhes

Nenhum comentário:

Postar um comentário