DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sábado, 3 de dezembro de 2011

Reforço no combate ao fogo


Governador Agnelo Queiroz entrega ao Corpo de Bombeiros duas aeronaves consideradas as mais modernas do mundo em combate a incêndios

Brasília, 2 de dezembro de 2011 – O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, entregou oficialmente nesta sexta-feira ao Comando do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) dois aviões Air Tractor, modelo AT-802F, fabricados nos Estados Unidos especialmente para combate a incêndios florestais.
“Essas aeronaves representam o que há de mais moderno no mundo e foram adaptadas para atender nossas necessidades. São equipamentos indispensáveis ao combate a incêndios e dão continuidade às nossas políticas de segurança com inteligência”, destacou Agnelo Queiroz.
O governador acrescentou que, quando ocorrem as queimadas, a qualidade do ar fica ruim em todo o DF, comprometendo a saúde até mesmo de quem mora longe dos focos de incêndio. “Não é apenas uma medida contra o fogo, mas em favor da qualidade de vida da nossa população”, afirmou.
O comandante-geral do CBMDF, coronel Márcio de Souza Matos, chamou atenção para o caráter exclusivo dos aviões. “São duas grandes aquisições para o GDF, produzidas exclusivamente para uso dos bombeiros. São também as únicas aeronaves desse tipo em uso por um órgão público no Brasil”, informou.
De acordo com o coronel, as aeronaves são capazes de realizar um trabalho equivalente ao que 600 homens fariam em terra. “Agora, o Corpo de Bombeiros planeja construir pistas de pouso próximas às áreas mais atingidas pelos incêndios para ampliar a eficiência do trabalho”, anunciou o comandante da corporação.
Além do Brasil, o modelo também é usado em países como Argentina, Austrália, Chile, Espanha, Estados Unidos, Israel e Nova Zelândia.
 Air Tractor – A aeronave conta com motor turboélice, com 1,3 mil cavalos de potência e autonomia para realizar quatro horas de voo ininterruptas sem a necessidade de reabastecer. O avião só desce para receber nova carga de água. Como faz disparos múltiplos, pode começar e interromper um lançamento de água e seguir para outra área de incêndio. Em três minutos, é reabastecido com água e decola novamente. A aeronave tem capacidade para carregar 3,1 mil litros de água por viagem.
A licitação para a compra dos aviões começou em meados de 2010. Foi um trabalho complexo, que exigiu pesquisa mundial para garantir a compra da versão mais moderna e eficaz no combate a incêndios. O processo de licitação foi concluído no final de junho deste ano e a primeira aeronave chegou ao Distrito Federal em meados de julho, quando o Corpo de Bombeiros Militar enviou quatro de seus pilotos para treinamento nos Estados Unidos. Em setembro, a aeronave foi utilizada para combater incêndios que atingiram principalmente o Jardim Botânico, a Floresta Nacional e na Reserva da Aeronáutica. O segundo avião chegou no dia 23 de novembro. Cada aeronave custou cerca de US$ 1,9 milhão.


-- 
Mais detalhes
Secretaria de Comunicação
Governo do Distrito Federal


Nenhum comentário:

Postar um comentário