DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Atendimento Psicopedagógico



A psicopedagogia é uma área de estudo que está voltada para a questão da aprendizagem humana. Trabalha além das aprendizagens escolares, porque não se pode falar desta, desvinculada à aprendizagem humana, pois os pré-requisitos para a aprendizagem escolar dependem da história de aprendizagem do ser humano.
O que estuda a psicopedagogia?
O objeto de estudo da psicopedagogia é o ser humano no processo da aprendizagem. Para que esse estudo seja pleno, é preciso que o profissional detenha conhecimentos em diversas outras áreas como psicologia, pedagogia, neurologia, fonoaudiologia, lingüística, psicanálise para esclarecer questões referentes ao ser humano.
Cada situação de aprendizagem requer uma série de habilidades que o indivíduo necessita adquirir para desenvolver de forma satisfatória aquela aprendizagem. Como por exemplo, para escrever a criança necessita de desenvolver a coordenação motora, porque a escrita demanda uma série de movimentos que exigem do corpo um domínio. Quando alguma habilidade não está bem desenvolvida pode acarretar em dificuldades para adquirir novas habilidades.
Diferença de reforço escolar e atendimento psicopedagógico
A psicopedagogia trabalha com as questões de aprendizagem, detectando o problema para intervir corretamente. Podemos fazer uma comparação com a medicina para ficar mais claro. Quando aparece um paciente com febre em um consultório médico, primeiramente ele é questionado sobre o problema e examinado logo em seguida. Na psicopedagogia também o cliente (pais ou responsáveis) são questionados para esclarecer qual a queixa referente à criança ou adolescente, posteriormente é feita uma avaliação para diagnosticar o problema. Voltando ao nosso exemplo prático, se o médico diagnosticasse uma inflamação de garganta ele receitaria um antitérmico e um antiinflamatório. A inflamação na garganta é como a dificuldade de aprendizagem que o sujeito enfrenta na escola, o antitérmico seria o reforço escolar que trata o problema de uma forma mais emergencial e pontual. A intervenção psicopedagógica é como o antiinflamatório que busca “curar” o problema onde se inicia, age procurando a causa da dificuldade.  O diagnóstico psicopedagógico é como de um profissional da medicina e a intervenção psicopedagógica é o tratamento receitado ao paciente.
 (Adaptação do texto de Nadia Bossa)

Blandine Maria Perpétuo Gomes e Sousa – Professora da SEE-DF, Pedagoga, Psicopedagoga, pós-graduada em Gestão e Orientação escolar e Interprete da Língua Brasileira de Sinais.
Regikellsanielly Bezerra da Silva – Professora da SEE-DF, Pedagoga e psicopedagoga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário