DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Brasília terá centro de operações especiais




Governador conheceu Centro de Operações do Rio de Janeiro que será modelo para o Distrito Federal. Novas instalações servirão para o monitoramento e a montagem de operações especiais voltadas aos grandes eventos esportivos que Brasília receberá, como a Copa do Mundo de 2014

 Em viagem oficial ao Rio de Janeiro, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, conheceu na tarde desta quarta-feira as instalações do Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro. Coube ao secretário de Conservação do município, Carlos Roberto Osório, e ao chefe-executivo de Operações, Sávio Franco, explicarem ao governador como foi o processo de criação do espaço e detalhes da rotina do lugar.
 
O centro de operações carioca reúne órgãos da Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil e concessionárias públicas, como distribuidoras de água e energia elétrica, concentrando os trabalhos de prevenção de emergências. A estrutura conta com equipamentos de última geração, como câmeras de monitoramento, onde também são montados os esquemas operacionais dos grandes eventos realizados na cidade do Rio de Janeiro. De lá está sendo preparada toda a logística para a Rio+20 – Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, que será realizada de 20 a 22 de junho, e reunirá chefes de Estado de 193 países membros da ONU.
 
Hoje, o Distrito Federal conta com um centro integrado apenas para as operações de Segurança Pública. Em parceria com o governo federal, será aberto novo centro que reunirá as operações especiais, órgãos de prevenção a catástrofes e emergências, além de empresas e concessionárias públicas. A União já se comprometeu a equipar o espaço. O GDF estuda onde ele será instalado e prepara os detalhes do projeto.
 
O governador Agnelo Queiroz considerou a visita uma experiência enriquecedora. “Brasília precisa de uma ferramenta moderna e eficiente como este Centro de Operações. O Distrito Federal está se preparando para a Copa do Mundo e uma série de eventos internacionais. Portanto, vamos adotar esta experiência como legado para a cidade”, destacou Agnelo Queiroz.
 
A capital federal já está inserida em um calendário internacional de eventos esportivos que terá início com a abertura da Copa das Confederações, em junho de 2013, e com a Gymnasiade (Olimpíadas Escolares Mundiais), no fim de 2013. Brasília também receberá o número máximo de jogos da Copa do Mundo, em 2014 (assim como no Rio de Janeiro, serão sete), além de partidas da Copa América (2015) e dos Jogos Olímpicos (2016).
 
Agnelo Queiroz está no Rio de Janeiro acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli, e dos secretários de Fazenda, Marcelo Piancastelli; de Desenvolvimento Econômico, Abdon Henrique Araújo, e de Segurança Pública, Sandro Avelar, além do presidente da CEB, Rubem Fonseca; do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior; do subsecretário de Captação da Secretaria de Planejamento, Genésio Vicente, e do assessor especial da Governadoria, Gastão Ramos.
 
 
Mais detalhes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário