DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Vacinação contra gripe começou neste sábado (05/05)



Governador Agnelo Queiroz participa da abertura da campanha, no Guará. Secretaria de Saúde faz apelo para gestantes tomarem a vacina
O governador Agnelo Queiroz participou, no sábado (5), da abertura oficial da 14ª Campanha de Vacinação contra a Influenza no Distrito Federal, no Centro de Saúde número 1 do Guará. Para incentivar a população alvo da campanha a se imunizar, o governador também tomou a injeção. Agnelo Queiroz disse que não sentiu dor.
A vacinação é importante porque é preventiva. Este ano estamos trabalhando com muito carinho para incentivar as gestantes a tomarem a vacina, porque a incidência maior do vírus tem sido nesse grupo”, enfatizou o governador Agnelo Queiroz, que foi ao Centro 1 acompanhado pelo secretário de Saúde, Rafael Barbosa.

No ano passado, a campanha mobilizou apenas 51% das mulheres grávidas esperadas para a vacinação. Uma das causas possíveis para a baixa adesão é o receio da gestante em prejudicar o bebê. A coordenadora geral de Saúde do Guará, Marôa Santiago, explica que a vacina é segura e que esse grupo precisa garantir a prevenção. “É um ato de amor que protege a mãe e o bebê”, disse. “A vacina previne não só contra a Influenza, mas contra a gripe comum e as gestantes, quando contaminadas, quase sempre apresentam quadros mais graves”, acrescentou Marôa Santiago.
Metas – A Secretaria de Saúde pretender imunizar, até o dia 25 de maio, 258 mil pessoas (o correspondente a 80% da população alvo), entre idosos com mais de 60 anos, crianças entre seis meses e dois anos de idade, gestantes, trabalhadores da área de saúde e indígenas.
Neste sábado, Dia de Mobilização Nacional, 1,7 mil funcionários trabalham nos 142 postos espalhados entre centros de saúde, escolas, shoppings, igrejas e áreas rurais, das 8h às 17h. Depois disso, a campanha continua nas salas de vacinação da rede pública, das 8h às 11h30 e de 13h30 as 17h, de segunda à sexta-feira.
O aposentado Júlio César Chaves, de 63 anos, aproveitou a manhã para manter o cartão de vacinação em dia. Ele preferiu tomar a injeção hoje para não deixar para a última hora. “Gosto de resolver esse tipo de coisa logo. Sempre participo das campanhas e gosto de fazer tudo direitinho. Não custa nada”, afirmou.
Deverão ser imunizadas aproximadamente 53 mil crianças, 26 mil gestantes, 158 mil idosos, além de 29 mil trabalhadores da saúde. Serão distribuídas 350 mil doses de vacinas contra Influenza para toda a rede pública de saúde. A vacinação em asilos e entre os acamados poderá ser agendada no disque saúde pelo número 160, que seguirá o calendário das regionais de saúde.
De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, a campanha anual de vacinação contribuiu para a prevenção da gripe nos grupos imunizados, além de apresentar impacto de redução das internações hospitalares, mortalidade evitável e gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias.
Cuidados – A vacina tem em sua composição o ovo de galinha, portanto, a Secretaria de Saúde alerta que àquelas pessoas que têm alergia a esse tipo de produto não podem receber a dose. O imunizado que apresentar os sintomas da gripe não deve se preocupar, pois já devia estar com o vírus incubado. Pessoas que apresentarem febre devem adiar a vacinação. Todas as crianças que estão recebendo a imunização pela primeira vez, devem receber duas doses, com intervalo mínimo de 21 dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário