DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Professores Ariel Paiva e Alexandre Frota dão dicas sobre Qualidade de Vida associada ao Exercício Físico e Alimentação Saudável



O mundo vive uma época em que a vaidade está em alta. Remédios emagrecedores, cirurgias plásticas e dietas radicais são assuntos do dia a dia. Porém, a maioria das pessoas esquece-se de cuidar da saúde. Qualidade de Vida é o método usado para medir as condições de vida de um ser humano, o seu estado de espírito e principalmente para que haja uma integração mente, corpo e sociedade, obtendo um melhor relacionamento com o seu corpo e  assim, evitando doenças.
A atividade física é definida como o movimento do corpo produzido pelos músculos esqueléticos que requer gasto energético e produza benefícios à saúde. Sua prática regular supervisionada  diminui os fatores de riscos cardíacos, pois está associada à melhora do condicionamento cardiorrespiratório. Estima-se que no ano de 2020 as doenças cardiovasculares serão responsáveis  pela morte de 20 milhões de pessoas. A realização de exercícios físicos regulares  tende a melhorar as condições cardíacas, musculares, resolvendo assuntos de obesidade e emagrecimento.
 Conforme a Organização Mundial de Saúde, não basta apenas fazer atividade física regularmente, outros fatores devem estar presentes, tais como: a saúde, a educação, a alimentação, o bem estar físico, psicológico, emocional, mental e o exercício correto  acompanhado por um profissional da área .
A atividade física é muito importante, por ser capaz de irrigar mais ativamente o cérebro, possibilitando uma vida mais ativa.
Benefícios da prática regular de atividades físicas:
  • Redução da pressão arterial;
  • Melhora da resistência insulínica;
  • Melhora da força muscular e da mobilidade articular;
  • Controle do peso corporal;
  • Melhora do perfil lipídico;
  • Maior condicionamento físico;
  • Aumento da autoestima;
  • Melhora no bem-estar geral, alívio do stress e redução da depressão;
  • Manutenção da autonomia com melhora nas relações interpessoais.
 A alimentação saudável  é um fator muito importante para a obtenção dos resultados positivos e desejados durante a realização dos exercícios físicos.
Estando bem alimentado, seu corpo responde melhor aos exercícios. O resultado você vê no espelho: as gordurinhas somem rapidinho e os músculos aparecem.

Nunca deve-se ir para a academia com mais de quatro horas de jejum. Fazer um lanche leve, uma hora antes do treino, faz toda a diferença. Isso melhora a performance e acelera seu metabolismo.
O lanche pré-treino, pode ser o detalhe que falta para a perda mais rápida das dobrinhas que estão sobrando e ganhar músculos. “Sem glicogênio (a energia vinda dos carboidratos), o corpo tem mais dificuldade de queimar gordura. Pior, rouba proteína da massa magra para usar como combustível. E aí lá se vai o músculo e a gordura fica. Além disso, existe o risco de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), que provoca tontura e até desmaio. Mas não é qualquer alimento que resolve. Dependendo do intervalo que você tem entre comer e treinar, deve priorizar alguns nutrientes e dispensar outros, buscando melhorar o rendimento. “Até uma hora e meia antes do treino, coma proteína (ovo, atum, peito de peru), importante para a recuperação e a manutenção dos músculos, e carboidrato (pães e biscoitos integrais e frutas), que faz com que o organismo consuma açúcares e gordura durante o exercício. 
O Espaço Saúde & Treinamento/Saúde & Alimentação localizado no 2º piso do Shopping Jardim Botânico, pode lhe oferecer tanto o exercício físico acompanhado de uma avaliação específica com um profissional qualificado como um espaço para uma alimentação saudável e prazerosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário