DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

CEILAMBÓDROMO VAI VIRAR POLO DE SAÚDE


Editar
Com a volta dos desfiles das escolas de samba do Distrito Federal para o eixo monumental, a área que era montado o Ceilambódromo vai ganhar nova destinação. O governo do Distrito Federal preferiu substituir os carros alegóricos e as dançarinas por uma nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
A mudança foi anunciada pela Secretaria de Saúde como forma de atender melhor a região de Ceilândia, que conta apenas com o Hospital Regional, que frequentemente tem filas no atendimento. Ainda de acordo com a pasta, a UPA deve ficar pronta até junho deste ano e ter 70 médicos atendendo.
Mas a área do Ceilambódromo também vai ser usada para construir outros prédios úteis à saúde pública da capital do país. A intenção do GDF é erguer também uma Clínica da Família e um Centro de Atenção Psicossocial. O polo de saúde está estimado de R$ 7,3 milhões.
UPAS
A UPA de Ceilândia vai ser a quinta do DF. As cidades do Recanto das Emas, São Sebastião, Samambaia e Núcleo Bandeirante já contam com as suas unidades. Agora, o GDF espera construir outras cinco unidades. As cidades contempladas são: Sobradinho, Plano Piloto, SIA, Brazlândia e no Gama. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário