DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Começa o Curso de Verão da Escola de Música de Brasília




Começa o Curso de Verão da Escola de Música de Brasília

Na Escola de Música de Brasília a movimentação começou cedo nesta terça (15/01). O dia chuvoso não intimidou a turma que participa do CIVEBRA - Curso Internacional de Verão que este ano chega à 35ª edição.

A tiracolo, os instrumentos. São gaitas, flautas, oboés, violões, violinos, violoncelos. Uma variedade de sons e ritmos que transformam o pátio da escola em uma babel da música.

Basta aguçar os ouvidos para decifrar os sons. Ora se escuta o popular, ora o clássico. Tudo na mais perfeita harmonia.
Os alunos chegam de todo o Brasil e também do exterior. Até o dia 26 de janeiro eles vão aprender, ensinar, trocar experiências e transformar Brasília na capital musical do país.

Quem participa do curso de verão tem a oportunidade de participar de estudos de todos os instrumentos de orquestra, matérias culturais, prática instrumental em solo, conjunto popular e música vocal, além dos conjuntos de câmara.

Durante os 12 dias de curso, a Secretaria de Educação deve realizar de 60 a 80 concertos. Os espetáculos serão apresentados nas salas do Teatro Nacional Cláudio Santoro e polos em Taguatinga, Jardim Botânico e Sobradinho.

O CURSO
O CIVEBRA surgiu como espaço de troca de experiências entre os profissionais do mundo da música.

O idealizador da primeira edição foi o maestro Levino de Alcântara, um dos fundadores da escola. Passadas mais de três décadas, a proposta está consolidada e tornou-se referência no Brasil, atraindo público de diferentes estados e países.

Grandes músicos se reúnem na capital federal para uma atualização do ensino e formação de professores e alunos diante das novas perspectivas mundiais existentes no campo da arte. É um verdadeiro intercambio de ideias.

O Civebra movimenta a cena cultural sempre no mês de janeiro. Em cada edição são abertas, em média, 800 vagas para professores, instrumentistas, regentes, cantores e pessoas da comunidade interessadas em participar.

Paralelamente às aulas, o projeto apresenta centenas de espetáculos gratuitos para os brasilienses. Todos os dias, durante a realização do Civebra, shows, concertos, recitais, audições, récitas, nas áreas erudita e popular, acontecem no CEP/EMB, no Teatro Nacional e em cidades satélites. E ano após ano um grande público aprecia a programação, que recebe ampla cobertura da imprensa.

Dentre os grandes músicos que já participaram do evento, vale destacar a presença da compositora Fátima Guedes e das cantoras Leny Andrade e Cris Delanno. (Com informações do site www.emb.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário