DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

domingo, 1 de janeiro de 2012

Marinha intensifica patrulhamento no Lago Paranoá, em Brasília

Blitze serão feitas a partir das 20h; bombeiros também vão aumentar efetivo. 
Fiscalização é para evitar acidentes como ocorreu com o barco Imagination

A Marinha vai intensificar o patrulhamento no Lago Paranoá, em Brasília, com realização de blitze a partir das 20h deste sábado (31). A estimativa é que entre 200 e 300 embarcações trafeguem pelo lago na hora da virada do ano. A maior preocupação é o excesso de passageiros nos barcos.

“Se o piloto for flagrado, ele será notificado. A fiscalização irá pedir para que a embarcação seja retirada da rota. Os passageiros excedentes terão que sair Em caso numa reincidência, a embarcação é apreendida”, ressaltou primeiro tenente Carlos Augusto Amoras, da Capitania Fluvial de Brasília.
Segundo a Marinha, o aumento da fiscalização é para evitar acidentes como o do barco Imagination, em maio deste ano, onde nove pessoas morreram após o naufrágio. No momento do acidente, era realizada uma festa com cerca de cem pessoas organizada por uma empresária dona de um buffet.
perícia concluiu que houve falha na manutenção e que o naufrágio foi causado pela entrada de água nos flutuantes, estruturas também chamadas de tubulões, que garantem a sustentação do barco.
Corpo de Bombeiros
Os bombeiros também vão aumentar o efetivo. Cerca de 30 militares estarão de plantão para ajudar na fiscalização. São mergulhadores que vão estar em lanchas patrulhando o lago.
Por terra a atenção vai ser na Prainha do Lago Sul, onde muita gente costuma ingerir bebida alcoólica e entrar no Lago Paronoá.
“A orientações é para que as pessoas que eventualmente forem realizar natação ou alguma atividade aquática que faça em local sob a supervisão do Corpo de Bombeiros”, disse o sargento Manoel Paixão Moreira, do Corpo de Bombeiros.
De acordo com os bombeiros, coletes salva-vidas, boias e extintores são alguns dos itens obrigatórios para uma virada tranquila dentro de uma embarcação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário