DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Réveillon de paz na Esplanada


 O Réveillon na Esplanada dos Ministérios transcorreu em clima de absoluta tranquilidade e contou com a presença de milhares de famílias do Distrito Federal. Sem chuva, o brasiliense saiu de casa para conferir cinco shows e os 25 minutos de queima de fogos. O governador Agnelo Queiroz também compareceu ao evento, ao lado da primeira dama, Ilza Queiroz, e dos filhos.
Para mim é muito importante participar desta festa que foi preparada para todos os brasilienses. Este (2011) foi um ano muito positivo. Realizamos ações em várias áreas e comemoramos a menor taxa de desemprego dos últimos 20 anos”, ressaltou o governador. “Tenho certeza de que em 2012 poderemos crescer muito mais. Tanto o Natal quanto o Ano Novo representam um momento de mudança e tenho certeza que a nossa cidade está preparada para dar este grande salto e pensar grande, como capital da sexta economia do mundo", afirmou.

Para garantir a segurança dos participantes, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) preparou uma operação especial. Cerca de 1.300 policiais foram distribuídos em toda a área da Esplanada. Também houve reforço de policiamento na Rodoviária e nas linhas de ônibus, com presença, inclusive, de policiais à paisana. Não foram registradas ocorrências graves durante a festa.

A estrutura montada pelo GDF, que contou inclusive com tendas especiais para abrigar idosos e pessoas com deficiência, foi bastante elogiada pelos participantes da festa. “Quando soube que a segurança seria reforçada este ano, fiquei tranquilo e trouxe minhas duas filhas de seis anos para assistir os shows e a queima de fogos”, contou o radialista Jânio Gomes, que estava acompanhado da mulher Samara Farias e das gêmeas Kamila Cristina e Karina Cristina. O radialista aproveitou o esquema especial de transporte montado para a festa e foi de ônibus para a Esplanada dos Ministérios.

A secretária Leilane Rodrigues, do Paranoá, estava festejando pela segunda vez a passagem do ano na Esplanada dos Ministérios. A jovem de 19 anos chegou cedo e comemorou a escolha dos artistas para a festa. “Sou fã do Móveis e vim bem cedinho acompanhar o show. Estou gostando muito e me sinto segura em ficar aqui com minhas amigas”, disse.

Os turistas também estavam empolgados com a estrutura montada pelo GDF para a virada do ano. O aposentado Vicente de Lima trouxe a sobrinha Ludmila Lima de Campos, de Roraima, para assistir a queima de fogos. “Gostei muito de como as barraquinhas foram montadas, dá para a gente escolher o que vai comer”, elogiou.

Os ambulantes que estavam na Esplanada vendendo alimentos e bebidas foram cadastrados previamente e os órgãos de fiscalização tiveram equipes trabalhando no local. A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) levou cinco auditores e 15 homens de apoio para auxiliar na fiscalização. Também participaram 15 agentes da Secretaria de Ordem Pública e Social.

Transporte – A volta para casa foi calma. O DFTrans mais do que dobrou o número de ônibus que atendem a Rodoviária do Plano Piloto e todas as cidades do DF na noite de 31 de dezembro e madrugada de 1º de janeiro. Em um sábado normal, 190 carros operam neste trajeto a partir das 19h. Ontem, foram colocados 200 ônibus extras, totalizando 390 coletivos.

Não houve nenhum incidente na Rodoviária do Plano Piloto. O tempo de espera foi o normal e não houve falta de ônibus. Todas as linhas estavam disponíveis para a população, que pôde ir tranquilamente para casa após a festa na Esplanada", informou o administrador da Rodoviária, Severiano Viana.

Segundo o diretor-técnico do DFTrans, Lúcio Lima, não houve incidentes nas linhas de ônibus. Para garantir que tudo estivesse correndo conforme o programado, após o fim da festa na Esplanada, por volta das 3h da madrugada, o secretário de Transportes, José Walter Vasquez, permaneceu, cerca de mais uma hora no local e pôde conferir o embarque tranquilo da população. O horário coincidiu com o início do turno de domingo, o que ampliou a frota ainda disponível na Rodoviária.

Atrações – O primeiro show da noite foi da banda brasiliense Móveis Coloniais de Acaju, que tocou durante 40 minutos para uma plateia animada. O grupo de reggae Natiruts foi o segundo a tocar, por volta das 22 horas. O público curtiu o show e acompanhou em coro músicas conhecidas da banda.
A contagem regressiva para a meia noite foi animada pelo samba de Arlindo Cruz e da Bateria Nota Show. Após 25 minutos da queima de fogos, o sertanejo das duplas Pedro Paulo e Matheus e João Bosco & Vinícius embalou a noite dos brasilienses.


-- 
Mais detalhes

Nenhum comentário:

Postar um comentário