DAQUI, o Jornal do Distrito Federal

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Qualidade de vida é saúde



No programa Conversa com o Governador desta terça-feira, Agnelo Queiroz destacou o objetivo de transformar Brasília em uma cidade-parque e garantir saúde e qualidade de vida para a população por meio da promoção de espaços de lazer, esportes e convivência com a natureza



Foi ao ar na manhã desta terça-feira mais uma edição do programa de rádio Conversa com o Governador. No primeiro programa de 2012, Agnelo Queiroz abordou as principais medidas adotadas pela atual gestão para oferecer ao cidadão mais opções de espaços de convivência, esporte e lazer. E, com isso, assegurar mais saúde à população, por meio da promoção do bem-estar e da melhoria da qualidade de vida.

Entre as ações em andamento desde o início de 2011 estão o programa Brasília, Cidade Parque, que vai construir e revitalizar 68 parques e 22 unidades de conservação ambiental, além da construção de 266km de ciclovias e da criação de pontos de encontro comunitários (PECs), com playgrounds e aparelhos de ginástica em diversas cidades do Distrito Federal.

O programa Brasília, Cidade Parque representa o resgate de um antigo sonho do urbanista Lucio Costa, lembrou o governador. “Melhorar a qualidade de vida do povo é uma questão fundamental, porque isso é investir em saúde”, destacou Agnelo Queiroz.

O governador citou como exemplo o Parque Multiuso da Asa Sul, localizado na Avenida L2, que foi entregue à comunidade em dezembro último. “No dia da inauguração caminhei pelo parque e no mesmo dia as pessoas que estavam ali se apropriaram do local e já começaram a usufruir desse belo parque”, comemorou.

Agnelo Queiroz explicou que o parque existia no papel havia oito anos, mas a área estava abandonada. “Servia como depósito de entulho da construção civil e tinha um matagal que era utilizado como ponto de venda de drogas. Além disso, era escuro e abandonado”, disse. Nessa primeira etapa, de acordo com o governador, foram colocados circuito de caminhada e playground no Parque da Asa Sul. “Tem também duas quadras de esportes. O parque tem uma nascente e uma lagoa. É uma área muito agradável”, observou.

Uma das grandes novidades do parque é que ele é resultado de parceria entre os setores público e privado. “No caso desse Parque da Asa Sul, o GDF fez uma parceria com o Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb) e duas construtoras”, informou o governador. “Para isso, utilizamos mecanismos como as compensações ambientais e florestais, que antes não se cobrava, mas que agora estamos cobrando”, acrescentou Agnelo Queiroz.

As compensações ambientais e florestais são retribuições financeiras das empresas ao governo pelos impactos causados ao meio ambiente durante a implantação de seus empreendimentos, identificados no processo de licenciamento ambiental. “Isso ocorre no momento da implantação de empreendimentos empresariais. Então, as empresas recompensam esses impactos sofridos pela natureza, recuperando ou implantando novos parques”, explicou o governador.

Parque Burle Marx – Agnelo Queiroz destacou ainda que o GDF também implantará neste ano o Parque Burle Marx, no final da Asa Norte, ao lado do Setor Noroeste. “Teremos na cidade um grande complexo de parques e isso é espetacular para a qualidade de vida do povo do Distrito Federal”, ressaltou.

O governador destacou ainda a criação do Calçadão da Asa Norte, localizado próximo à Ponte do Bragueto e que dá acesso ao Lago Norte, que ocorreu no primeiro semestre de 2011. “É um grande espaço, com calçadão de madeira para caminhada, deck para quem gosta de pescar, acesso democrático ao lago, além de praça e estacionamento. É uma área que está sendo muito frequentada pela população”, afirmou. “Ali também construímos pontos de encontro, parques para crianças e aparelhos de ginástica para estimular a prática da atividade física. Isso nós repetimos em vários locais como Taguatinga, Gama, Brazlândia, Ceilândia e Planaltina”, citou Agnelo Queiroz.

O pacote de recursos do GDF para as obras de investimento em qualidade de vida da população, lançado no final de 2011, foi de R$ 778 milhões. “Vamos investir R$ 193 milhões para a construção de 266 quilômetros de ciclovias. Isso é uma revolução na utilização de um transporte saudável e na qualidade de vida”, destacou o governador.

O programa – O Conversa com o Governador é transmitido pela rádio Cultura FM (100,9) às 7h, com retransmissões às 9h, 12h e 18h30. Criado pela Secretaria de Comunicação Social, o programa tem duplo desafio: estreitar o diálogo com a população e prestar contas das ações adotadas pela atual gestão do GDF para melhorar a qualidade de vida e conferir excelência aos serviços públicos.

Entre os temas já abordados estão transparência, agricultura, saúde, segurança pública, Copa do Mundo de 2014, Copa das Confederações, transporte, internet banda larga, servidores públicos, valorização dos idosos, cultura, habitação, educação e cuidados com a infância. Os dois últimos programas de 2011 foram dedicados, respectivamente, a um balanço do primeiro ano de gestão e às prioridades de 2012. Todo o conteúdo está disponível para ouvir e para download na página da Agência Brasília de Notícias na internet: www.agenciabrasilia.df.gov.br/conversacomogovernador. A reprodução é livre, desde que citado o crédito dos realizadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário